Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

NO PALCO

- Publicada em 02h21min, 11/11/2019. Atualizada em 03h00min, 11/11/2019.

Capital recebe sessão única de espetáculo com obra de Chiquinha Gonzaga

Chiquinha Gonzaga é tema de opereta de costumes

Chiquinha Gonzaga é tema de opereta de costumes


/LUIS VENTURA/DIVULGAÇÃO/JC
O universo de Chiquinha Gonzaga - a compositora brasileira, maestrina, pianista - é revisitado pelo artista Samir Gonzaga no espetáculo Chiquinha: uma opereta sobre os costumes de nossa época. A apresentação cênico-musical será nesta quinta-feira (14), às 20h, no Meme Estação Cultural (Lopo Gonçalves, 176), com ingressos vendidos por R$ 25,00.
O universo de Chiquinha Gonzaga - a compositora brasileira, maestrina, pianista - é revisitado pelo artista Samir Gonzaga no espetáculo Chiquinha: uma opereta sobre os costumes de nossa época. A apresentação cênico-musical será nesta quinta-feira (14), às 20h, no Meme Estação Cultural (Lopo Gonçalves, 176), com ingressos vendidos por R$ 25,00.
A concepção da dramaturgia essencialmente surgiu a partir de improvisos e ideias do artista, que tinha a vontade de levar o público para um período anterior da história. Gonzaga executa as obras de Chiquinha no piano, além de procurar interpretar a compositora de modo brejeiro e com o delicado atrevimento da personalidade dela.
Pianista, ele é graduando em Música pela Ufgrs, sendo participante de saraus poéticos e musicais em espaços culturais desde 2012. Integrante do coletivo Kuna em 2015, também já se apresentou com a peça infantil Feiurinha (sonoplastia) na Feira do Livro de Porto Alegre no ano de 2013, além do coletivo Ax Frangax (piano) em 2019.
Comentários CORRIGIR TEXTO