Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Teatro

- Publicada em 03h24min, 03/10/2019. Atualizada em 08h29min, 03/10/2019.

Espetáculo 'Boca no mundo' volta a cartaz na Sala Álvaro Moreyra

Peça é um solo do ator Carlos Mödinger, que se inspira em histórias de vida e da arte

Peça é um solo do ator Carlos Mödinger, que se inspira em histórias de vida e da arte


ADRIANA MARCHIORI/DIVULGAÇÃO/JC
Como parte das comemorações de aniversário de 15 anos da Cia. Rústica, o espetáculo Boca no mundo volta a cartaz na Sala Álvaro Moreyra (Érico Veríssimo, 307), de hoje a domingo, sempre às 20h. Dirigida por Patrícia Fagundes, a peça é um solo do ator Carlos Mödinger, que se inspira em histórias de vida e da arte para compor a dramaturgia apresentada em cena. Ingressos para hoje e amanhã custam R$ 30,00, e podem ser adquiridos no site Eventbrite; no sábado e no domingo, R$ 40,00.
Como parte das comemorações de aniversário de 15 anos da Cia. Rústica, o espetáculo Boca no mundo volta a cartaz na Sala Álvaro Moreyra (Érico Veríssimo, 307), de hoje a domingo, sempre às 20h. Dirigida por Patrícia Fagundes, a peça é um solo do ator Carlos Mödinger, que se inspira em histórias de vida e da arte para compor a dramaturgia apresentada em cena. Ingressos para hoje e amanhã custam R$ 30,00, e podem ser adquiridos no site Eventbrite; no sábado e no domingo, R$ 40,00.
O espetáculo foi desenvolvido como parte da pesquisa de doutorado de Mödinger em Artes Cênicas na Ufrgs, com orientação de Mirna Spritzer. Em Boca no mundo, o menino que amava os livros vira um adulto que revisita memórias de família e pesquisa a história do Brasil, em um personagem que dialoga com a plateia, olho no olho. Memória e biografia se fundem, em uma montagem que dá desenvolvimento às poéticas de proximidade investigadas pelo Cia. Rústica.
Comentários CORRIGIR TEXTO