Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

música

- Publicada em 03h30min, 01/10/2019. Atualizada em 12h05min, 01/10/2019.

Com grandes bandas, 'Rock ao vivo' promete agitar o Gigantinho

Scorpions, Whitesnake e Helloween são atrações desta terça no festival Rock ao vivo, no Gigantinho

Scorpions, Whitesnake e Helloween são atrações desta terça no festival Rock ao vivo, no Gigantinho


FOTOS AGÊNCIA CIGANA/DIVULGAÇÃO/JC
Igor Natusch
O Gigantinho (Padre Cacique, 891) já está preparado para receber uma noite de muito som pesado nesta terça-feira (1º). Idolatradas por diferentes gerações de fãs de hard rock e heavy metal, as bandas Helloween, Whitesnake e Scorpions são as atrações do festival itinerante Rock ao vivo, que faz em Porto Alegre sua última parada, após passar por Curitiba, Brasília e Florianópolis. Os ingressos, a partir de R$ 220,00, estão à venda no site Uhuu e na loja Hits Store do Shopping Praia de Belas. Os portões abrem às 14h30min, e não será permitida entrada após o início do espetáculo, programado para as 18h30min. A abertura da jornada musical fica a cargo do Cartel da Cevada. Os três grupos internacionais também participam da edição deste ano do Rock in Rio, que vai até domingo (6).
O Gigantinho (Padre Cacique, 891) já está preparado para receber uma noite de muito som pesado nesta terça-feira (1º). Idolatradas por diferentes gerações de fãs de hard rock e heavy metal, as bandas Helloween, Whitesnake e Scorpions são as atrações do festival itinerante Rock ao vivo, que faz em Porto Alegre sua última parada, após passar por Curitiba, Brasília e Florianópolis. Os ingressos, a partir de R$ 220,00, estão à venda no site Uhuu e na loja Hits Store do Shopping Praia de Belas. Os portões abrem às 14h30min, e não será permitida entrada após o início do espetáculo, programado para as 18h30min. A abertura da jornada musical fica a cargo do Cartel da Cevada. Os três grupos internacionais também participam da edição deste ano do Rock in Rio, que vai até domingo (6).
Notícias sobre cultura são importantes para você?
Um dos expoentes máximos do chamado heavy metal melódico, o Helloween vive um momento bastante especial em seus 35 anos de carreira. Pela primeira vez em sua história, a banda alemã apresenta-se com sete integrantes, trazendo de volta o guitarrista Kai Hansen e o vocalista Michael Kiske, figuras emblemáticas do período clássico do final dos anos 1980. A dupla se une à formação mais recente da abóbora germânica, com Michael Weikath (guitarra), Markus Grosskopf (baixo), Andi Deris (vocais), Sascha Gerstner (guitarra) e Dani Löble (bateria).
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/09/27/206x137/1_pan___whitesnake_e_uma_das_atracoes_do_festival_rock_ao_vivo_em_porto_alegre___foto_whitesnake_frontiers_divulgacao-8856340.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5d8e56205ff8a', 'cd_midia':8856340, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/09/27/pan___whitesnake_e_uma_das_atracoes_do_festival_rock_ao_vivo_em_porto_alegre___foto_whitesnake_frontiers_divulgacao-8856340.jpg', 'ds_midia': 'Scorpions, Whitesnake e Helloween são atrações de hoje no festival Rock ao vivo, no Gigantinho', 'ds_midia_credi': 'WHITESNAKE-FRONTIERS/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Scorpions, Whitesnake e Helloween são atrações de hoje no festival Rock ao vivo, no Gigantinho', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '450', 'align': 'Left'}
Klaus Meine e Rudolph Schenker, que estão no Scorpions desde a segunda metade dos anos 1960, ao lado de Mathias Jabs, Pawel Maciwoda e Mikkey Dee
A turnê Pumpkins united, que celebra esse momento, esteve em Porto Alegre no final de 2017, de modo que os muitos fãs da banda já sabem o que esperar. O que não é um problema, já que clássicos como I'm alive, Dr. Stein e How many tears são sempre bem-vindos para quem gosta da sonoridade veloz e cheia de melodia do conjunto.
Formado em 1978, quando o vocalista David Coverdale deixou a banda Deep Purple, o Whitesnake transformou-se em uma banda emblemática para os fãs de hard rock. A ligação do grupo britânico com o Brasil é antiga, vindo desde a edição inaugural do Rock in Rio, em 1985. Décadas depois, a locomotiva roqueira demonstra que ainda tem bastante lenha para queimar, tendo lançado em maio deste ano o álbum Flesh and blood, bastante elogiado por veículos especializados no chamado rock clássico.
Além de Coverdale, a formação do Whitesnake que estará no Brasil conta Reb Beach e Joel Hoekstra (guitarras), Tommy Aldridge (bateria), Michael Devin (baixo) e Michele Luppi (teclados). Quem estiver no Gigantinho pode esperar um show repleto de hits, sem negligenciar as canções mais recentes, mas colocando clássicos como Crying in the rain, Here I go again e Still of the night no centro das atenções.
E quem nunca escutou Still loving you ou Wind of change em alguma rádio rock por aí? Consagrados no Brasil, em especial, pelo impacto de suas baladas, os alemães do Scorpions são uma instituição do rock pesado, com mais de cinco décadas de carreira e milhões de discos vendidos. No começo da década, o grupo anunciou que estava iniciando uma turnê de despedida - mas, pelo jeito, o sabor da vida na estrada foi irresistível: desde então, a banda já lançou um álbum de estúdio (Return to forever, de 2015), está planejando outro e não dá qualquer sinal de que vai parar de tocar tão cedo. Uma falta de palavra que, com certeza, deixa os fãs bastante felizes.
A atual banda conta com Klaus Meine (vocal) e Rudolph Schenker (guitarra), que estão no Scorpions desde a segunda metade dos anos 1960, ao lado de Mathias Jabs (guitarra), Pawel Maciwoda (baixo) e Mikkey Dee (bateria). Músicas do CD mais recente, como Going out with a bang e We built this house, vão dividir espaço com os riffs inesquecíveis de Blackout e Rock you like a hurricane - além, é claro, das inevitáveis baladas, que devem encerrar a maratona metálica com isqueiros e celulares no ar.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/09/27/206x137/1_pan___helloween__e_uma_das_atracoes_do_festival_rock_ao_vivo_em_porto_alegre___foto_helloween_nuclear_blast_divulgacao-8856328.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5d8e55c50e793', 'cd_midia':8856328, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/09/27/pan___helloween__e_uma_das_atracoes_do_festival_rock_ao_vivo_em_porto_alegre___foto_helloween_nuclear_blast_divulgacao-8856328.jpg', 'ds_midia': 'Scorpions, Whitesnake e Helloween se revezam a partir das 18h30min no Gigantinho  leg única', 'ds_midia_credi': 'HELLOWEEN-NUCLEAR BLAST/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Scorpions, Whitesnake e Helloween se revezam a partir das 18h30min no Gigantinho  leg única', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '516', 'align': 'Left'}
O Helloween vive um momento bastante especial em seus 35 anos de carreira, sendo a primeira vez que se apresenta com sete integrantes
Comentários CORRIGIR TEXTO