Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

música

Edição impressa de 19/09/2019. Alterada em 19/09 às 03h00min

Quinteto da Ospa tem como palco a Fundação Iberê Camargo no domingo

O evento é parte da série Música de Câmara 2019 e tem entrada franca

O evento é parte da série Música de Câmara 2019 e tem entrada franca


DIEGO GRENDENE/DIVULGAÇÃO/JC
O Quinteto Som 5 da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) vai se apresentar neste domingo na Fundação Iberê Camargo (Padre Cacique, 2.000), a partir das 16h. O evento é parte da série Música de Câmara 2019 e tem entrada franca.
O Quinteto Som 5 da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) vai se apresentar neste domingo na Fundação Iberê Camargo (Padre Cacique, 2.000), a partir das 16h. O evento é parte da série Música de Câmara 2019 e tem entrada franca.
O programa tem início com os três movimentos de Quintette, de Paul Taffanel, seguidos de Serenata a cinco, do brasileiro Edino Krieger. Na sequência, Ronaldo Miranda será homenageado com a execução de sua peça Variações sérias sobre um tema de Anacleto de Medeiros. O espetáculo será encerrado com Kleine Kammermusik, obra do compositor alemão Paul Hindemith.
O Quinteto Som 5 é composto por Henrique Augusto Amado (flauta), Viktória Tatour (oboé), Diego Grendene de Souza (clarinete), Ange Paola Bazzani Prada (fagote) e Nadabe Tomás (trompa). É a terceira vez que a Fundação Iberê Camargo recebe a série Música de Câmara nesta temporada. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia