Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Edição impressa de 06/09/2019. Alterada em 06/09 às 03h00min

Estreia segundo longa dirigido por Gael García Bernal

Adolescentes buscam sair da periferia violenta no filme Chicuarotes

Adolescentes buscam sair da periferia violenta no filme Chicuarotes


SUPO MUNGAM FILMS/DIVULGAÇÃO/JC
Propondo retratar a realidade de jovens nas periferias da Cidade do México, Chicuarotes é o segundo longa do mexicano Gael García Bernal. O filme fez parte da seleção oficial do Festival de Cannes neste ano.
Propondo retratar a realidade de jovens nas periferias da Cidade do México, Chicuarotes é o segundo longa do mexicano Gael García Bernal. O filme fez parte da seleção oficial do Festival de Cannes neste ano.
Cagalera (Benny Emmanuel) e Moloteco (Gabriel Carbajal) são dois adolescentes que residem no humilde bairro de San Gregorio Atlapulco, em que buscam fugir das circunstâncias opressoras com as quais convivem, lidando com as consequências e as origens de uma onda de violência. A opção que eles encontram para isso é por meio da palhaçaria, mas não conseguem escapar da realidade na qual vivem. Sem muitas perspectivas e em busca de uma mudança desse quadro, eles descobrem uma oportunidade e decidem entrar no mundo do crime em troca de liberdade do submundo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia