Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 06 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Edição impressa de 06/09/2019. Alterada em 06/09 às 03h00min

Filmes da Ásia em ciclo da Cinemateca Capitólio Petrobras

O Mundo propõe uma viagem pelo globo sem sair da sua cidade

O Mundo propõe uma viagem pelo globo sem sair da sua cidade


CINEMATECA CAPITÓLIO PETROBRAS/DIVULGAÇÃO/JC
Até 18 de setembro, a Cinemateca Capitólio Petrobras (Demétrio Ribeiro, 1.085) estará recebendo O cinema da Ásia, com 12 filmes lançados nesta década por diretores do extremo Oriente e do Sudeste asiático. A mostra também resgata seis obras influentes da história do cinema, entre clássicos e contemporâneos, realizadas no continente asiático.
Até 18 de setembro, a Cinemateca Capitólio Petrobras (Demétrio Ribeiro, 1.085) estará recebendo O cinema da Ásia, com 12 filmes lançados nesta década por diretores do extremo Oriente e do Sudeste asiático. A mostra também resgata seis obras influentes da história do cinema, entre clássicos e contemporâneos, realizadas no continente asiático.
Vencedor do Prêmio do Júri Ecumênico do Festival de Cannes, em 2017, Esplendor conta com uma sessão única para a mostra na sexta-feira, às 20h. Na trama, Misako é uma escritora apaixonada por versões cinematográficas para deficientes visuais. Em uma exibição, ela conhece Masaya, fotógrafo que está perdendo sua visão e que tem um acervo fotográfico que fará com que ela volte a seu passado.
No sábado, às 18h, o diretor e professor Eduardo Wannmacher participa de um debate após a exibição de O mundo, um dos filmes mais importantes do chinês Jia Zhangke. O longa acompanha Tao, dançarina no World Park de Pequim, que namora Taisheng, que trabalha como segurança no mesmo local. O parque recria centenas de monumentos de outros países e espetáculos buscam reproduzir parte da cultura destes locais. Com o mote de visitar o globo sem sair de Pequim, lá se cruzam dramas sociais e sentimentais de vários personagens.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia