Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de junho de 2019.
Dia do Cinema Brasileiro.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR| CORRIGIR

acontece

Edição impressa de 19/06/2019. Alterada em 19/06 às 03h00min

Biografia de Gildo de Freitas tem lançamento na Câmara de Vereadores de Viamão

'Gildo de Freitas - O Rei dos Trovadores', é de autoria do crítico musical Juarez Fonseca

'Gildo de Freitas - O Rei dos Trovadores', é de autoria do crítico musical Juarez Fonseca


PLUS EDITORA/DIVULGAÇÃO/JC
Esta quarta-feira seria o aniversário de 100 anos do músico porto-alegrense Gildo de Freitas (1919-1982). Para marcar o centenário de nascimento, a Plus Editora lança a biografia Gildo de Freitas - O Rei dos Trovadores, do crítico musical Juarez Fonseca. O livro conta a história do artista popular que conquistou o Estado com suas trovas e depois com seus discos. O lançamento oficial será na Câmara de Vereadores de Viamão (Praça Júlio Castilhos, s/nº), nesta quarta-feira, às 14h30min.
Esta quarta-feira seria o aniversário de 100 anos do músico porto-alegrense Gildo de Freitas (1919-1982). Para marcar o centenário de nascimento, a Plus Editora lança a biografia Gildo de Freitas - O Rei dos Trovadores, do crítico musical Juarez Fonseca. O livro conta a história do artista popular que conquistou o Estado com suas trovas e depois com seus discos. O lançamento oficial será na Câmara de Vereadores de Viamão (Praça Júlio Castilhos, s/nº), nesta quarta-feira, às 14h30min.
Apoiada em entrevistas com o discípulo Teixeirinha, Antônio Augusto Fagundes, Paixão Côrtes, Ayrton dos Anjos e, entre outros, a viúva Dona Carminha, a narrativa de Fonseca começa na infância do personagem e segue pelas aventuras no Interior. Estão reproduzidos episódios como as prisões por rebeldia, a adesão ao trabalhismo de Getúlio Vargas, a consagração nas rádios e a visão quase profética para iniciativas como a criação dos bailões. A obra é uma ampliação do volume 22 da coleção Esses Gaúchos (Tchê!/RBS), lançado em 1985. 
COMENTAR| CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia