Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de maio de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

acontece

Edição impressa de 13/05/2019. Alterada em 13/05 às 03h00min

Antonio Barros comenta obra '2666', de Roberto Bolaño, no Instituto Ling

Encontro com Antonio Barros faz parte do programa 'Clube de Leitura'

Encontro com Antonio Barros faz parte do programa 'Clube de Leitura'


PAULA CHICO/DIVULGAÇÃO/JC
O Instituto Ling (João Caetano, 440) recebe nesta segunda-feira (13), às 19h30min, o professor e doutor em Teoria Literária, Antonio Barros - ele fala sobre o livro 2666, do escritor Roberto Bolaño. O encontro faz parte do programa Clube de Leitura, com entrada no valor de R$ 40,00.
Publicada em 2004, após a morte do autor, a obra é considerada um dos símbolos da literatura latino-americana do século XXI, vencedor do prêmio National Book Critics Circle em 2008. O livro do escritor chileno é caracterizado pela abordagem realista, bem como o uso do humor sarcástico e pessimista, sendo composto por cinco romances norteados pelos temas de literatura e violência.
O título 2666 conta a história de um grupo de críticos literários em busca de um escritor alemão em estado de reclusão e detentor de uma sólida obra. Para atender ao encontro, que busca discutir sobre o autor e as diferentes nuances de sua narrativa, é recomendado ter lido a obra.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia