Porto Alegre, quinta-feira, 30 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 30 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

FOTOGRAFIA

- Publicada em 03h13min, 24/04/2019. Atualizada em 12h43min, 24/04/2019.

Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre começa neste sábado

Trabalho de Angelica Dass é umas principais atrações da FestFoto 2019

Trabalho de Angelica Dass é umas principais atrações da FestFoto 2019


FIC/DIVULGAÇÃO/JC
Os deslocamentos - sejam eles causados por crises políticas ou ambientais - ditam o rumo da 12ª edição do Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre. Com o tema Da diáspora, identidade, hibridismo, diferença, a FestFoto 2019 tem abertura neste sábado, às 15h30min, e conta com mostra expositiva que fica em cartaz até o dia 26 de maio. O material pode ser visto na Fundação Iberê Camargo (Padre Cacique, 2.000), sempre das 14h às 19h. Até o dia 1 de maio, o local vai funcionar diariamente; depois, volta a receber o público entre quartas-feiras e domingos. O último acesso ocorre às 18h30min.
Os deslocamentos - sejam eles causados por crises políticas ou ambientais - ditam o rumo da 12ª edição do Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre. Com o tema Da diáspora, identidade, hibridismo, diferença, a FestFoto 2019 tem abertura neste sábado, às 15h30min, e conta com mostra expositiva que fica em cartaz até o dia 26 de maio. O material pode ser visto na Fundação Iberê Camargo (Padre Cacique, 2.000), sempre das 14h às 19h. Até o dia 1 de maio, o local vai funcionar diariamente; depois, volta a receber o público entre quartas-feiras e domingos. O último acesso ocorre às 18h30min.
A curadoria do evento organizou os trabalhos em três eixos temáticos. Entram em pauta deslocamentos e diásporas de populações por fatores políticos, econômicos ou crises ambientais; o híbrido como resultado do contato e resistência entre pessoas; a reconfiguração de sentidos pela dispersão de imagens.
Entre os destaques está uma mostra do projeto Humanae, de Angelica Dass, artista carioca radicada na Espanha. A brasileira parte do sistema universal de gerenciamento de cores conhecido como Pantone para mostrar a infinita variedade das tonalidades da pele humana - o projeto segue em andamento e já reuniu 3.700 imagens que foram captadas em 18 países.
Outra referência é Purgatório, de Ignacio Iturrioz. Vencedor da primeira edição do Prêmio de Fotografia do Uruguai, o trabalho tem como cenário um edifício tradicional onde o fotógrafo morou, em Montevidéu. A série de imagens é fruto de um retorno ao prédio - a fim de explorar o que ficou guardado ou protegido da luz.
Também constam no catálogo da FestPoa 2019 Paisagem movediça, de Bruno Bernardi, sobre o deslocamento dos moradores do distrito de Bento Ribeiro, em Mariana (MG), provocado pelo rompimento da barragem da Samarco-Vale; Genocídio em Ruanda, fotografado por Américo Mariano na década de 1990; e colombianos tentando prosperar no Chile em Sueño Sudamericano, registro do chileno Cristian Ochoa. A programação expositiva ainda inclui os 20 finalistas do concurso internacional Fotograma Livre e os trabalhos resultantes de um programa de residência artística promovida pelo evento, entre outros.
Parte das atividades, entretanto, são palestras e debates - que ocorrem entre 27 de abril e 1 de maio. Os assuntos abordados vão de Imagem e imigração até Identidade, cotidiano, resistência. A programação completa pode ser acessada pelo site https://festfoto.art.br/.

Encontros Temáticos

  • Sábado - 27 de abril
15h - Abertura e inauguração das exposições
16h - Um conto haitiano -Mateus Bruxel (RS) e Maxony Vertu (Haiti) - Mediação: Maria Helena Bernardes
17h30min - Imagem e imigração - Enrico Stefanelli (Photolux/Itália) - Mediação: Sinara Sandri
19h - Lançamento de livros
  • Domingo - 28 de abril
15h - Urbe global, cidades randômicas - Letícia Lampert e Lívia Pasqual Mediação: Marco Antonio Filho
16h30 - Identidade, cotidiano, resistência - Igor Simões e Lázaro Roberto Mediação: Marco Antonio Filho
18h - Purgatório - Ignacio Iturrioz - Prêmio Uruguaio de Fotografia - Mediação: Sinara Sandri
Terça-feira - 30 de abril
17h - O artista no quintal - Mariane Lima e Eduardo Montelli - Mediação: Taís Cardoso
18h30min - Flávio Edreira - Coletivo VEO - Vencedor da convocatória FestFoto 2019 - Mediação: Carlos Carvalho
Quarta-feira - 1 de maio
15h - Pequena Alemanha -Bruna Engel e Larissa Hansen - Mediação: Tiago Coelho
16h30min - Faltam mil anos de história - Gabriel Carpes e Clarice Speranza - Mediação: Marco Antonio Filho
18h - Sonho Sul Americano - Cristian Ochoa (Chile) - Mediação: Sinara Sandri
Encerramento da semana de palestras e debates
Comentários CORRIGIR TEXTO