Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 18 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Edição impressa de 18/01/2019. Alterada em 18/01 às 01h00min

M. Night Shyamalan usa elementos de filmes anteriores em 'Vidro'

Universo dos filmes 'Corpo fechado' e 'Fragmentado' são base para Vidro

Universo dos filmes 'Corpo fechado' e 'Fragmentado' são base para Vidro


DISNEY/DICULGAÇÃO/JC
Em Vidro, o diretor M. Night Shyamalan (de O sexto sentido) promove uma união entre os acontecimentos e os personagens de dois de seus filmes: Corpo fechado (2000) e Fragmentado (2016). Da primeira produção, retornam ao elenco Bruce Willis e Samuel L. Jackson; da segunda, James McAvoy e a Anya Taylor-Joy.
No enredo, Kevin Crumb, um homem com múltiplas personalidades, e David Dunn, que há anos misteriosamente sobreviveu a um acidente de trem sem machucar-se, são manipulados pelo Sr. Vidro. Como trunfo, o organizador tem segredos a respeito da trajetória dos dois.
A lista de artistas em cena ainda inclui Spencer Treat Clark e Charlayne Woodard, também reprisando seus papéis de Corpo fechado. Já a atriz Sarah Paulson é um acréscimo, participando como uma nova personagem da - agora - trilogia. O roteiro também é assinado por Shyamalan.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia