Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de outubro de 2018.
Dia da Criança. Feriado - Nossa Senhora Aparecida.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

Música

Alterada em 12/10 às 12h57min

Camila Cabello traz sua primeira turnê solo para o Z Festival em Porto Alegre

Camila conversou em português, inglês e espanhol. 'Eu estou tentando falar português', disse

Camila conversou em português, inglês e espanhol. 'Eu estou tentando falar português', disse


MARIANA CARLESSO/JC
Robson Hermes
O Z Festival reuniu na noite dessa quinta-feira (11) milhares de pessoas no Pepsi On Stage, em Porto Alegre, para assistir aos shows de Camila Cabello, Iza, Anavitória, Vitor Kley e Zeeba. Apostando em um ritmo que mistura o pop tradicional ao gingado tropical, a atração principal do festival era o show da cubana Camila Cabello, que trouxe a turnê de divulgação do seu primeiro disco solo (Camila) – após sair da girlband Fifth Harmony.
A apresentação explorou o repertório do álbum, lançado em janeiro desse ano, e fez o público ovacionar a jovem ao som dos hits Havana e Never Be The Same, canção que dá nome à tour. Durante o concerto, a cantora de 21 anos foi recebida pela plateia que cantava em coro “Camila gostosa”, que carinhosamente respondeu “Brasil gostosas”, entre risos.
Camila, ainda, conversou em português, inglês e espanhol. “Eu estou tentando falar português”, arriscou. Em uma parte do show disse “ele não”, em resposta aos gritos da plateia, e pediu por mais amor e gentileza no mundo.
Antes dela, quem se apresentou foi o duo brasileiro Anavitória, formado por Ana Caetano e Vitória Falcão, de 24 e 23 anos, respectivamente. Elas embalaram o público com todo romantismo de canções conhecidas como Trevo (Tu), Agora Eu Quero Ir e Fica. Além de trazer em seu repertório faixas do seu mais novo trabalho, O Tempo é agora, lançado em agosto.
Outra atração nacional que arrancou gritos de euforia dos presentes foi a cantora Iza. Com muita coreografia e voz, a apresentação da cantora foi uma prova de que mesmo com pouco tempo de carreira - 2 anos de contrato com a Warner -, já é uma grande aposta do pop nacional. A plateia cantou os maiores sucessos de Iza, como Ginga e Pesadão, faixas do primeiro disco Dona de mim, indicado ao Grammy Latino.
Subiram ao palco do festival, durante a tarde, o gaúcho Vitor Kley que aqueceu o público com o seu sucesso O Sol e sua mais nova aposta, Morena. Antes dele, se apresentou o cantor Zeeba, a voz de Hear Me Now, do DJ Alok, e a DJ Sabrina Bastos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia