Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de agosto de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

COMENTAR | CORRIGIR

CINEMA

06/08/2018 - 20h12min. Alterada em 06/08 às 22h34min

Cine Victoria, tradicional sala de cinema de rua de Porto Alegre, pode fechar as portas

Salas passaram por reformas e foram reinauguradas em janeiro de 2016

Salas passaram por reformas e foram reinauguradas em janeiro de 2016


MARCO QUINTANA/JC
O último remanescente dos cinemas de rua da Capital dedicado a filmes do circuito comercial corre o risco de fechar as portas em 30 dias. Este foi o prazo dado ao locatário do Cine Victoria, tradicional espaço exibidor da Borges de Medeiros, no Centro de Porto Alegre. Luiz Carlos Maurente reclama que não foi procurado pela administradora para a renovação e recebeu ontem a notificação para desocupar o local.
“Investi cerca de R$ 270 mil nas salas, sendo R$ 70 mil em manutenção e R$ 200 mil em equipamentos. O valor dos equipamentos é possível reaver, mas o de manutenção é um investimento que se perde”, afirma Maurente.  Composto por duas salas, com 200 e 150 lugares respectivamente, o Cine Victoria movimenta cerca de 4, 5 mil pessoas por mês.
 Maurente iniciou sua administração à frente do espaço em 1º de setembro de 2015, passando por quatro meses de renovação até a reinauguração em janeiro de 2016. Procurada, a administradora do edifício preferiu não se pronunciar.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia