Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de abril de 2021.
Dia Mundial do Combate ao Câncer.
Porto Alegre,
quinta-feira, 08 de abril de 2021.
Notícia da edição impressa de 08/04/2021.
Alterada em 08/04 às 03h00min

Discriminação contra idosos

"A discriminação contra os idosos não é de agora. É um problema crônico da sociedade brasileira, institucional e estrutural", afirma o senador gaúcho Paulo Paim

"A discriminação contra os idosos não é de agora. É um problema crônico da sociedade brasileira, institucional e estrutural", afirma o senador gaúcho Paulo Paim


ALESSANDRO DANTAS/DIVULGAÇÃO/JC
A pandemia do coronavírus acentuou a discriminação contra os idosos. A Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa, da Câmara dos Deputados, abriu uma discussão, "institucional e estrutural" sobre a terceira idade. Especialistas apontam preconceito no mercado de trabalho.
A pandemia do coronavírus acentuou a discriminação contra os idosos. A Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa, da Câmara dos Deputados, abriu uma discussão, "institucional e estrutural" sobre a terceira idade. Especialistas apontam preconceito no mercado de trabalho.

Priorizar os jovens

Situação preocupante, segundo o Secretário Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Antônio Costa, "é priorizar, por exemplo, os jovens no tratamento em detrimento dos idosos, seja nas UTIs, seja nos tratamentos precoces da Covid; como se os idosos fossem culpados dessa pandemia que estamos vivendo".

Dificuldades de recolocação

Em audiência pública na Câmara, a economista Ana Amélia Camarano, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), atesta discriminação por idade contra os mais velhos no mercado de trabalho, já que quem tem mais de 50 anos passa por dificuldades de recolocação. Do último trimestre de 2019 ao último trimestre de 2020, 800 mil idosos foram demitidos; estão desocupados, mas continuam procurando trabalho.

Infantilização do idoso

O deputado Denis Bezerra (PSB-CE) chama atenção para o fato de os debatedores da audiência pública falarem muito sobre outro aspecto: a infantilização do idoso, tratado como "vozinho", e outras expressões de preconceito pela questão etária.

Gritar contra a discriminação

"A crise sanitária fez as desigualdades sociais serem evidenciadas", afirmou o geriatra Alexandre Kalache, diretor do Centro Internacional da Longevidade. "Os idosos foram rotulados desde o início como grupo de risco, o que reforçou a discriminação. No momento que você se confrontar com essa discriminação, gritar, gritar alto", defendeu.

Denúncias contra familiares

"A discriminação contra os idosos não é de agora. É um problema crônico da sociedade brasileira, institucional e estrutural", afirmou o senador gaúcho Paulo Paim (PT, foto). Segundo Paim, a pandemia de Covid-19 evidenciou ainda mais a situação. "Há denúncias de agressões físicas e violência psicológica, principalmente por familiares. Quem passa dos 45, 50, 60 anos hoje no País já é visto com total desprezo no mercado de trabalho."

Injustiças não param

"As dificuldades para conquistar uma vaga e uma recolocação são enormes. Esse cenário se agravou durante a pandemia", avalia Paulo Paim, acrescentando que "as injustiças não param". "Os benefícios das aposentadorias e pensões estão cada vez menores, e a isso se junta o alto custo de vida, dos alimentos e dos remédios, toda uma crise econômica e social que está arrebentando com o País", assinala o senador.

14º salário para aposentados

Paulo Paim, que tem dedicado boa parte de seu mandato para defender os aposentados, afirmou ao Repórter Brasília que tem uma proposta que "cria o 14º salário para os aposentados. Fundamental para este momento de alta crise nacional. É uma questão de justiça".
Comentários CORRIGIR TEXTO
Edgar Lisboa
Edgar Lisboa
Notícias da capital federal e informações sobre projetos do Congresso Nacional e medidas do Palácio do Planalto, especialmente com interesse do Rio Grande do Sul estão na coluna Repórter Brasília. O jornalista Edgar Lisboa traz um resumo diário do que de mais importante acontece na tramitação do Legislativo e na movimentação da bancada federal gaúcha.