Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 14 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 14/01/2020.
Alterada em 14/01 às 03h00min
COMENTAR | CORRIGIR

Expulsão de Bibo

Deputado federal gaúcho Bibo Nunes (PSL) foi notificado que será expulso do partido

Deputado federal gaúcho Bibo Nunes (PSL) foi notificado que será expulso do partido


MICHEL JESUS/CÂMARA DOS DEPUTADOS/JC
O deputado federal gaúcho Bibo Nunes (PSL) foi notificado que será expulso do partido. A notificação veio assinada pelo presidente da sigla, Luciano Bivar. "Mais uma notificação do Bivar na tentativa de me expulsar", afirmou o parlamentar. "Eu ajudo na minha expulsão, com o maior prazer. Tenham hombridade para me expulsar, senão vão passar uma imagem de fracos. Contem comigo para minha expulsão", completou. Nunes tem coordenado o processo de coleta de assinaturas no Rio Grande do Sul para o Aliança pelo Brasil, novo partido que está sendo criado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele prevê que, até abril, já terão conseguido a quantidade mínima de assinaturas para encaminhar o processo de criação da sigla.
O deputado federal gaúcho Bibo Nunes (PSL) foi notificado que será expulso do partido. A notificação veio assinada pelo presidente da sigla, Luciano Bivar. "Mais uma notificação do Bivar na tentativa de me expulsar", afirmou o parlamentar. "Eu ajudo na minha expulsão, com o maior prazer. Tenham hombridade para me expulsar, senão vão passar uma imagem de fracos. Contem comigo para minha expulsão", completou. Nunes tem coordenado o processo de coleta de assinaturas no Rio Grande do Sul para o Aliança pelo Brasil, novo partido que está sendo criado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele prevê que, até abril, já terão conseguido a quantidade mínima de assinaturas para encaminhar o processo de criação da sigla.
Lavouras afetadas pela estiagem
Técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estarão essa semana no Rio Grande do Sul para verificar condições das lavouras afetadas pela seca. Até o momento, 5.551 produtores comunicaram estarem tendo problemas com a estiagem. Os cultivos mais afetados foram, respectivamente, milho, soja, uva e feijão.
Distribuidoras de energia
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou a lista de distribuidoras finalistas do Prêmio Aneel de Qualidade 2019, que será entregue no dia 12 de fevereiro, em Brasília. Entre as 14 finalistas, quatro são gaúchas. Na categoria "Sul acima de 400 mil unidades consumidoras", a RGE (São Leopoldo). Na categoria "Sul, sudeste e Centro-Oeste até 30 mil unidades consumidoras", estão a Hidropan (Panambi) e a Mux Energia (Tapejara). Na categoria "Maior crescimento 2018/2019", está a Eletrocar (Carazinho). A premiação é baseada em uma pesquisa de satisfação realizada com 27.165 consumidores residenciais, de 608 municípios atendidos por 91 distribuidoras de energia elétrica, no período de 31 de julho a 29 de outubro de 2019.
Biometria no Estado
O Rio Grande do Sul é o sexto estado do País com menos eleitores identificados pelas impressões digitais. Entre os 8.319.451 eleitores gaúchos, 6.533.244 fizeram a biometria, o equivalente a 78,53% do total. O estado só na está pior do que Minas Gerais (47,45%), Espírito Santo (56,14%), Rio de Janeiro (57,26%), São Paulo (68,22%) e Mato Grosso do Sul (78,42%). No Paraná, por exemplo, que também possui 8 milhões de eleitores assim como o Rio Grande do Sul, 97,99% dos eleitores está biometricamente cadastrado.
Piores municípios
Os municípios onde os eleitores menos realizaram o cadastro biométrico foram, respectivamente, Bom Princípio (39,55% do total do eleitorado), Bagé (41,14%), Vacaria (48,81%), Frederico Westphalen (51,43%), Cachoeira do Sul (51,74%), Cachoeirinha (51,87%), Porto Alegre (52,55%), São Leopoldo (52,66%), Sapucaia do Sul (52,81%) e Gramado (52,81%), de acordo com informações do Portal da Justiça Eleitoral.
Mourão não mandou recado
Em recente entrevista exclusiva para a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o vice-presidente, Hamilton Mourão, falou sobre a postura que o Brasil deve ter nas suas Relações Exteriores. No dia seguinte, algumas matérias afirmavam que Mourão havia "mandado um recado a Bolsonaro" sobre seu posicionamento em relação ao conflito entre Estados Unidos e Irã, o que é uma interpretação equivocada. O que Mourão claramente defendeu foi o que o País sempre fez na relação com os outros países: "O Brasil, tradicionalmente, sempre se voltou ao mundo de uma forma independente e pragmática".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Edgar Lisboa
Edgar Lisboa
Notícias da capital federal e informações sobre projetos do Congresso Nacional e medidas do Palácio do Planalto, especialmente com interesse do Rio Grande do Sul estão na coluna Repórter Brasília. O jornalista Edgar Lisboa traz um resumo diário do que de mais importante acontece na tramitação do Legislativo e na movimentação da bancada federal gaúcha.