Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de julho de 2019.
Dia do Padeiro.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 08/07/2019.
Alterada em 08/07 às 03h00min
COMENTAR| CORRIGIR

Crise da orizicultura

Tereza Cristina

Tereza Cristina


VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL/JC
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM), se reunirá com a equipe econômica para buscar alternativas para a crise do setor orizícola após reunião com o senador gaúcho Luis Carlos Heinze (PP) e lideranças do setor. Uma nova reunião deve acontecer para apresentar os cenários e traçar as possíveis estratégias. Segundo Tereza Cristina, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) demonstra vontade política com os produtores. Na próxima quinta-feira, o presidente deve receber o senador e representantes do setor, a partir das 11h.
Brasília turística
Brasília cidade turística 4.0. A capital do Brasil oferece ao visitante nova capacidade de acolhimento e de entretenimento, que a diferencia de outras capitais classificadas como cidades-monumento de qualquer lugar do mundo.
Um novo Brasil
Durante a construção de Brasília, o sorridente Juscelino Kubitschek atraiu a atenção do mundo, contribuindo de forma decisiva para a formação da imagem de um novo Brasil. Ainda não havia Pelé. A imagem do Brasil do futuro depois passou para esse jovem atleta, mas, em meados dos anos 1950, era a cidade fantástica no meio da "Amazônia" - assim se pensava no mundo afora e até mesmo no Brasil.
Modernidade e juventude
Está sendo discutido um projeto para recuperar para a cidade seu "drive" de modernidade, juventude, bom gosto, desafio, arrojo. Todos esses motes estão presentes e precisam ser virtualizados. Quando o turista desembarcar em Brasília, deverá encontrar esse ambiente amigável e fascinante. É o que pretendem os idealizadores do projeto.
Mergulhar no século XXI
Tal qual Atenas, Persépolis, o Vale dos Reis (no Egito), nos fundamentos da civilização ocidental, Brasília é a expressão contemporânea de uma nova civilização (sul-americana), argumentam os idealizadores do projeto. Essa será a mensagem. Estar e andar por Brasília é estar efetivamente mergulhado no século XXI. As imagens recorrentes de outras cidades de nossa América Latina oferecem burgos antigos, como Cidade do México, Buenos Aires e Rio de Janeiro, ou aglomerados tidos como caóticos, tipo Caracas, São Paulo, Lima etc. Brasília é outra coisa: é o futuro limpo, higiênico, uma cidade que lembra o imaginário urbano da ficção científica, só faltando-lhe os foguetes interplanetários e o astronauta Flash Gordon pelas ruas (despovoadas, como as imagens futuristas).
Cidade-monumento
Como essas metrópoles de referência, Brasília também é uma cidade-monumento, construída pelas três maiores expressões do urbanismo contemporâneo: Oscar Niemeyer, o escultor da arquitetura; Lúcio Costa, o filósofo da nova urbe a partir do século XX ("A anatomia do habitante de Brasília se compõe de cabeça, tronco e rodas" - não necessariamente automóvel, mas bicicletas, patinetes e outros veículos "modernos" superadequados à topografia da capital), um verdadeiro Xerxes de Persépolis; e Burle Max, a maior expressão do paisagismo em todo o mundo (seus jardins e avenidas estão espalhados pelo mundo inteiro - como Nabucodonosor e seus jardins suspensos da Babilônia).
COMENTAR| CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Edgar Lisboa

Notícias da capital federal e informações sobre projetos do Congresso Nacional e medidas do Palácio do Planalto, especialmente com interesse do Rio Grande do Sul estão na coluna Repórter Brasília. O jornalista Edgar Lisboa traz um resumo diário do que de mais importante acontece na tramitação do Legislativo e na movimentação da bancada federal gaúcha.