Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de junho de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 18/06/2019.
Alterada em 17/06 às 21h45min
COMENTAR| CORRIGIR

Gol de placa fora do campo

Depois de nove anos de batalha - quatro na Câmara e cinco no Senado -, o senador Romário (Pode-RJ) marcou gol de placa ao conseguir com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a inclusão do remédio Spinraza na lista dos que são distribuídos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Trata-se de uma droga destinada a quem tem Atrofia Muscular Espinhal (AME), doença degenerativa. Spinraza não cura, mas estanca o avanço da doença e oferece melhor qualidade de vida aos pacientes.
Custo do remédio
O problema é que uma dose do remédio custa a bagatela de R$ 324 mil! E a indicação é de seis doses por ano, ou seja, mais de R$ 1,8 milhão. Romário tentou, mas sem sucesso, com vários ministros da Saúde, desde que chegou à Câmara dos Deputados, em 2011. Enquanto isso, os doentes recorriam à Justiça, mas nem todos eram atendidos, e muitos morreram nesse tempo.
Agora no SUS
Agora, sensibilizado pela realidade que lhe foi exposta, o ministro Henrique Mandetta, que foi deputado federal na mesma época de Romário, incluiu o medicamento entre os contemplados pelo SUS. Fora dos gramados, gol de placa do Baixinho.
Campanhas políticas
O Clube Associativo de Profissionais do Marketing Político abriu as inscrições para o "1º Prêmio Camp da Democracia", que acontecerá em 29 de agosto, durante o Expo Fórum Digitalks, no Transamerica Expo Center (SP). A premiação conta com 22 categorias, entre elas, melhores campanhas eleitorais (para qualquer cargo), governamentais (municipal, estadual e federal), de entidades de classe e defesa de interesse. Entre os mais de 50 profissionais que compõem o Camp, seis são gaúchos: Cassiano Sampaio, Cleber Benvegnú, Fábio Bernardi, Gabriel Corrêa, José Luiz Fuscaldo e Tânia Moreira.
Vinho gaúcho nas embaixadas
O deputado federal gaúcho Bibo Nunes (PSL) comemora a promessa feita pelo ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, de introduzir vinhos, sucos e espumantes do Rio Grande do Sul servidos em embaixadas brasileiras. Acompanhado por representantes gaúchos que expuseram ao ministro a importância de divulgação dos produtos, o deputado disse que pretende expandir as relações comerciais do setor com outros países. Bibo destaca que "se trata de valorizar e reconhecer um produto gaúcho com tanta qualidade como nosso vinho".
Marcando de cima
O ministro Araújo, gaúcho de Porto Alegre, se comprometeu a encontrar uma forma de operacionalizar a demanda do deputado. "Vamos superar os desafios de logística e colocar o vinho gaúcho nas mesas das embaixadas brasileiras. Desde já, me comprometo para encontrar uma maneira de operacionalizar essa demanda", enfatizou Araújo. Hoje, no Rio Grande do Sul, 20 mil famílias vivem da vitivinicultura. No primeiro semestre de 2018, rótulos produzidos no Estado corresponderam a 90% do mercado exportador brasileiro, de acordo com o Instituto Brasileiro do Vinho. Bibo acompanha de perto as providências do Itamaraty para maior valorização dos produtos do Rio Grande do Sul.
Liberdade econômica
A comissão mista para apreciar a Medida Provisória (MP) que institui a Declaração de Direitos de Liberdade Econômica será instalada hoje. A MP Econômica estabelece normas de proteção à livre iniciativa e ao livre exercício de atividade econômica.
 
COMENTAR| CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Edgar Lisboa

Notícias da capital federal e informações sobre projetos do Congresso Nacional e medidas do Palácio do Planalto, especialmente com interesse do Rio Grande do Sul estão na coluna Repórter Brasília. O jornalista Edgar Lisboa traz um resumo do diário do que de mais importante acontece na tramitação do Legislativo e na movimentação da bancada federal gaúcha.