Porto Alegre, quarta-feira, 14 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 14 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 00h17min, 14/10/2020. Atualizada em 00h41min, 14/10/2020.

Júlio Flores: População decide sobre todo o orçamento público

Para entender o que esperar para o futuro do OP em Porto Alegre, a coluna perguntou a candidatos e candidatas se pretendem manter o Orçamento Participativo nas suas gestões.
Para entender o que esperar para o futuro do OP em Porto Alegre, a coluna perguntou a candidatos e candidatas se pretendem manter o Orçamento Participativo nas suas gestões.
Júlio Flores (PSTU) cita o OP no programa de governo e apresenta proposta
Para o PSTU, o OP foi “uma domesticação do movimento operário e popular da cidade”, ao limitar o percentual do orçamento sobre o qual a população pode decidir. “Sempre defendemos que houvesse definição sobre 100% do orçamento”, afirma. Júlio Flores acusa o governo hoje que “diz que ouve (a população), mas não leva em consideração na implementação dos recursos e nas decisões da cidade”. Por isso, promete avançar na proposta de decisão popular sobre o orçamento público e afirma que “os conselhos populares vão governar a cidade e decidir tudo”.
Comentários CORRIGIR TEXTO