Porto Alegre, quarta-feira, 14 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 14 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 00h12min, 14/10/2020. Atualizada em 00h36min, 14/10/2020.

Rodrigo Maroni: Plebiscito como instrumento de participação

Para entender o que esperar para o futuro do OP em Porto Alegre, a coluna perguntou a candidatos e candidatas se pretendem manter o Orçamento Participativo nas suas gestões.
Para entender o que esperar para o futuro do OP em Porto Alegre, a coluna perguntou a candidatos e candidatas se pretendem manter o Orçamento Participativo nas suas gestões.
Rodrigo Maroni (Pros) não cita o OP no programa de governo
Defende a realização de plebiscito como instrumento mais direto de acesso da população às decisões sobre políticas públicas, já que entende o OP como “instrumento usado eleitoralmente por muitos governos”. Assim, não manteria no novo modelo a representação por delegados, por exemplo. Considera manter um mecanismo de diálogo com a população, mas entende que “se o OP fosse eficaz em escutar a população, não seria como uma gincana para carregar pessoas levadas para votar numa demanda que é escolhida para favorecer politicamente alguém”.
Comentários CORRIGIR TEXTO