Porto Alegre, quarta-feira, 14 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 14 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 00h11min, 14/10/2020. Atualizada em 00h35min, 14/10/2020.

Sebastião Melo: OP digital como complemento ao presencial

Para entender o que esperar para o futuro do OP em Porto Alegre, a coluna perguntou a candidatos e candidatas se pretendem manter o Orçamento Participativo nas suas gestões. 
Para entender o que esperar para o futuro do OP em Porto Alegre, a coluna perguntou a candidatos e candidatas se pretendem manter o Orçamento Participativo nas suas gestões. 
Sebastião Melo (MDB) não cita o OP no programa de governo
Quer incluir no processo as associações comunitárias, de rua, bairros e vilas e promete agregar às assembleias presenciais um modelo digital de participação. “A população, em querendo participar, o (poder público) não tem que tolher”. Afirma que mudará a dinâmica das demandas, apresentando inicialmente qual o recurso disponível no orçamento do ano seguinte para investimento e qual a perspectiva de empréstimo. “Vamos definir o valor (disponível para o OP), mas aquilo que levar à (decisão da) participação popular é lei, se não, perde a credibilidade”.
Comentários CORRIGIR TEXTO