Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 11h21min, 16/09/2020. Atualizada em 15h55min, 24/09/2020.

Cartas buscam compromisso de futuros gestores com pauta urbana

Uma forma de diálogo adotada por diferentes setores sociais com candidatos nas eleições são as cartas abertas. Nesse documento são expressas as pautas de um setor ou de uma categoria, buscando comprometimento com demandas apresentadas, caso aquela candidatura seja eleita.
Uma forma de diálogo adotada por diferentes setores sociais com candidatos nas eleições são as cartas abertas. Nesse documento são expressas as pautas de um setor ou de uma categoria, buscando comprometimento com demandas apresentadas, caso aquela candidatura seja eleita.
E numa eleição que definirá o futuro administrativo das cidades, especialmente no conturbado cenário urbano pós-pandemia, ganham destaque as cartas com foco no planejamento das cidades.
Ainda no fim de agosto, sete entidades - CAU, Abap, Abea, Asbea, FNA, IAB e Fenea - tornaram pública a "Carta-aberta à sociedade e aos (às) candidatos (as) nas eleições municipais de 2020 - Um projeto de cidades pós-pandemia", com foco na recuperação das cidades pós-pandemia e valorização dos diversos saberes nessa reconstrução.
Já os coletivos que integram a Rede brasileira de urbanismo colaborativo elaboraram uma carta base, aberta para uso de qualquer interessado, que pode ser customizada com as demandas de cada cidade e apresenta exemplos nacionais e internacionais que podem inspirar ações nos futuros mandatos municipais.
E em Porto Alegre, o coletivo POA Inquieta lança amanhã a "Carta POA 2050", que buscará compromisso de governantes e legisladores para construir um modelo de gestão na capital gaúcha que pense além dos quatro anos de mandato. Os detalhes dessa proposta serão divulgados em evento virtual em facebook.com/portoalegreinquieta a partir das 17h.
Outra carta a caminho foi escrita pelos participantes do fórum Urbanismo contra o corona nas comunidades e movimentos do Rio Grande do Sul, em conjunto com Br Cidades, Observatório das Metrópoles, Fenea e Comitê popular em defesa do povo e contra o coronavírus, e será aberta para a coleta de assinaturas.
Comentários CORRIGIR TEXTO