Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 08/10/2019.
Alterada em 08/10 às 03h00min

Finanças gaúchas

Enquanto os servidores do Estado continuam recebendo parceladamente seus vencimentos, o Poder Judiciário gaúcho não abre mão de reajustes do seu já polpudo quinhão no orçamento estadual. Até reunião de conciliação em Brasília nada resolveu (Página 18, edição de 17/09/2019 do Jornal do Comércio). O momento do Rio Grande é grave, todos devem colaborar, especialmente quem está ganhando mais, merecidamente, todos os meses. O Judiciário poderia repetir o seu orçamento de 2019 em 2020, não? (Mário Souza Pandolfo)
Enquanto os servidores do Estado continuam recebendo parceladamente seus vencimentos, o Poder Judiciário gaúcho não abre mão de reajustes do seu já polpudo quinhão no orçamento estadual. Até reunião de conciliação em Brasília nada resolveu (Página 18, edição de 17/09/2019 do Jornal do Comércio). O momento do Rio Grande é grave, todos devem colaborar, especialmente quem está ganhando mais, merecidamente, todos os meses. O Judiciário poderia repetir o seu orçamento de 2019 em 2020, não? (Mário Souza Pandolfo)
Carris
A Carris anuncia lucro e a compra de um lote de ônibus, cerca de 80. Faz bem, pois a sua frota é muito gasta, pelo que vejo, salvo os modelos mais novos. Muitos porto-alegrenses estão deixando os automóveis em casa e indo de aplicativos de aluguel na cidade. Sai mais barato, pois pagar estacionamento e gasolina está custando os olhos da cara. (Bolívar Antunes, Porto Alegre)
Presídios
Os presídios brasileiros estão totalmente dominados pelas facções. Agora, sabe-se que o incêndio em presídio gaúcho foi um protesto contra o uso de scanner nas visitas. Mas, se não há revista, entram, drogas, celulares e tudo o que é proibido. Até quando vamos ficar nesta situação? (José Luiz Marquez, Porto Alegre)
Marielle Franco
Aplausos para a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que, no último dia do seu mandato, apresentou uma denúncia criminal contra o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), Domingos Brazão, e outras quatro pessoas. Todos são acusados de atuar para obstruir as investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco. Dodge ainda disse que pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a abertura de um inquérito federal para apurar quem foi o mandante do crime. A PGR suspeita que Brazão tenha encomendado os assassinatos de Marielle e do motorista Anderson Gomes em 2018. (Roberto Stelavetti, Porto Alegre)
Propósito
Com aprovação em torno de 20%, o presidente Emmanuel Macron tenta reverter sua imagem frente aos franceses criando barreiras à entrada de produtos brasileiros na Comunidade Europeia, usando como pretexto as queimadas na Amazônia. (Roberto Fissmer, Porto Alegre)
Complexo
Soube, por meio de uma amiga que morou muitos anos na Espanha, que, uma vez, uma cidadã sueca perguntou-lhe por qual motivo os brasileiros só falavam mal do Brasil, quando o País tem tantas coisas boas e bonitas. Lembrou que, na Suécia, procuravam sempre enaltecer o lado bom, mesmo que, como é natural, também tivessem problemas. Dá o que pensar, não? (Luiza Movick, São Leopoldo/RS)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.