Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de agosto de 2019.
Dia Nacional da Juventude .

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Edição impressa de 12/08/2019. Alterada em 11/08 às 21h57min

IPTU

No caso atual da renovação de votação do IPTU (Jornal do Comécio, 08/08/2019), os vereadores de Porto Alegre deveriam anular a renovação da planta aprovada meses atrás, pois isso é um injusto e abusivo aumento de impostos. Na atual conjuntura nacional em que o governo federal vem maquiando os índices de inflação desde que Michel Temer (MDB) assumiu o governo, em 2016, e que fica evidente nos aumentos gerais de preços de serviços e bens, não há nenhuma justificativa para o prefeito de Porto Alegre criar mais um ônus para a população. (Rafael Alberti Cesa, Caxias do Sul/RS)
No caso atual da renovação de votação do IPTU (Jornal do Comécio, 08/08/2019), os vereadores de Porto Alegre deveriam anular a renovação da planta aprovada meses atrás, pois isso é um injusto e abusivo aumento de impostos. Na atual conjuntura nacional em que o governo federal vem maquiando os índices de inflação desde que Michel Temer (MDB) assumiu o governo, em 2016, e que fica evidente nos aumentos gerais de preços de serviços e bens, não há nenhuma justificativa para o prefeito de Porto Alegre criar mais um ônus para a população. (Rafael Alberti Cesa, Caxias do Sul/RS)
Vila Nazaré
Sobre a manifestação do sr. Lindomar Cerqueira referente à remoção dos moradores da Vila Nazaré, publicada na edição do dia 09/08/2019, nesta coluna Palavra do Leitor, a Procuradoria-Geral do Município (PGM) esclarece que a prefeitura de Porto Alegre e a Fraport estão trabalhando conjuntamente na transferência das famílias, que iniciou em junho. A divergência sobre esse processo é do Ministério Público Federal, da Defensoria Pública da União, do Ministério Público do Rio Grande do Sul e da Defensoria Pública do Rio Grande do Sul, que ajuizaram ação contra a Fraport e o município de Porto Alegre. Em decorrência dessa ação judicial, a remoção das famílias está suspensa, até que haja decisão da Justiça Federal. (Sandra Denardin, Assessoria de Comunicação, Procuradoria-Geral do Município)
Criminosos fora da Capital
Não entendi como juízes da 2ª Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre liberaram a volta para a Capital de criminosos que estão em presídios federais (Jornal do Comércio, 02/08/2019). Eles são perigosos, comandam tudo de dentro dos presídios daqui, especialmente o Central, e tudo só pioraria. Claro que só eles não são os responsáveis pela insegurança na cidade e no Rio Grande do Sul. Mas voltando, tudo aumentaria, para azar dos porto-alegrenses, nós todos. Ainda bem que houve, após, a revogação do ato pela Justiça. (Waldemar Nascimento da Costa, Porto Alegre)
Carne
O preço da carne, no Estado, está alto. Paguei R$ 18,00 por um quilo de guisado de primeira. Dirão que carne de primeira é mais cara. Mas tanto assim? Aposentadas, como eu, não podem mais comer carne no Rio Grande do Sul, que tem uma pecuária grande e forte. Pode isso? (Maria Julieta Marcondez, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia