Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de julho de 2020.
Dia do Agricultor .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 28 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 04/07/2019.
Alterada em 04/07 às 03h00min

Imposto de Renda

Conseguir pagar pouco Imposto de Renda sendo Pessoa Física fazendo até mesmo poupança livre (coluna Opinião Econômica, de Marcia Dessen, Jornal do Comércio, 01/07/2019) está muito difícil. Estão chamando declarantes de 2015 e 2016 para levar recibos daqueles anos com despesas de médicos, dentistas e até da Unimed. A questão é que esses profissionais declararam o que receberam e, muito mais, a Unimed, segundo fui lá me informar. Não bastava, então, cruzar as declarações, na era da informática/internet tão popular? Acontece que muitos dentistas e médicos não querem mais retificar ou não mantêm os registros de quatro ou cinco anos passados, e aí o contribuinte é obrigado a retificar a sua declaração para retirar valores como R$ 1,2 mil, R$ 2 mil ou outros até mais baixos, para evitar ser intimado, multado e pagar juros. Então, retifica e paga tudo de uma vez, dentro do mês, com multa e juros, após a autointimação que, às vezes, só pode ser feita no ano seguinte da Declaração Anual de Ajuste. É muita burocracia! (Celso Marques Outeiral)
Conseguir pagar pouco Imposto de Renda sendo Pessoa Física fazendo até mesmo poupança livre (coluna Opinião Econômica, de Marcia Dessen, Jornal do Comércio, 01/07/2019) está muito difícil. Estão chamando declarantes de 2015 e 2016 para levar recibos daqueles anos com despesas de médicos, dentistas e até da Unimed. A questão é que esses profissionais declararam o que receberam e, muito mais, a Unimed, segundo fui lá me informar. Não bastava, então, cruzar as declarações, na era da informática/internet tão popular? Acontece que muitos dentistas e médicos não querem mais retificar ou não mantêm os registros de quatro ou cinco anos passados, e aí o contribuinte é obrigado a retificar a sua declaração para retirar valores como R$ 1,2 mil, R$ 2 mil ou outros até mais baixos, para evitar ser intimado, multado e pagar juros. Então, retifica e paga tudo de uma vez, dentro do mês, com multa e juros, após a autointimação que, às vezes, só pode ser feita no ano seguinte da Declaração Anual de Ajuste. É muita burocracia! (Celso Marques Outeiral)
Poupança e conta-corrente
Tentei abrir uma conta-poupança na Caixa Econômica Federal, em agência na avenida Bento Gonçalves, e não consegui. Informaram-me que tinha que abrir também uma conta-corrente, que tem custo mensal. Isso está certo? (Rodrigo Ferreira, Porto Alegre)
IBGE e as pesquisas
O governo brasileiro utiliza-se das pesquisas do IBGE apenas para avaliar o patrimônio do cidadão, pois as perguntas feitas nas pesquisas referem-se mais aos bens que cada família possui, do que quais as opiniões que o cidadão tem, pois, com tantas pesquisas tendenciosas no País, o IBGE poderia perguntar sobre assuntos mais relevantes ao povo, como a questão do aborto, maioridade penal, porte de armas, reforma política, altos salários públicos entre outras questões importantes, ao invés de saber o que o povo tem só para que o governo possa cobrar mais impostos. (Erik Ultrecht , administrador de empresas)
Remédios
Impressionante a quantidade de publicidade de medicamentos anunciados para dar beleza às mulheres, geralmente. Mas a maioria das modelos é jovem, com corpos bonitos pela juventude e beleza da idade. Aí, dizem que estrias, rugas, inchaços e dores desaparecem para os da terceira idade. Pode ser assim? (Paulo Roberto Petraco)
Neymar
Interessante que a acusação contra Neymar fez o seu preço de mercado, seu passe, baixar muito. Mas Cristiano Ronaldo foi acusado de estupro várias vezes e não li nada sobre a queda do seu preço de mercado. Claro, ele é superior ao inferior latino-americano Neymar. Afinal, CR7 é um europeu... (Maria Angela Torres)
Comentários CORRIGIR TEXTO
Roberto Brenol Andrade
Roberto Brenol Andrade
A opinião dos leitores do Jornal do Comércio é publicada diariamente no espaço Palavra do Leitor.