Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 25 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 25/06/2018. Alterada em 25/06 às 01h00min

Centro de treinamento

O governador José Ivo Sartori (MDB), atendendo a muitos apelos e reclamações, resolveu não mais colocar no Centro de Treinamento do Menino Deus (Cete), a nova Escola do Corpo de Bombeiros, hoje ali perto do demolido ginásio da Brigada Militar, que foi sede da Universíade, em 1963, um espetáculo esportivo mundial. Fez bem. Mas, não podemos deixar os bombeiros da Capital sem uma sede e uma escola condignas com o grande trabalho que eles fazem pela comunidade. (Joel Mendes, Porto Alegre)
Futebol demais
É muito jogo de futebol nas televisões. São campeonatos nacionais, continentais, mundiais, treinos, entrevistas, um exagero só. Por isso muita gente não está assistindo as partidas de uma Copa do Mundo que só teve dois ou três jogos bons até agora, o melhor foi Espanha x Portugal. No mais, ruindade total! (Luis Renato Monteiro)
Autoria de Luar do Sertão
Ao contrário do que constou no texto da Imagem do Dia, edição de 21/06/2018 do Jornal do Comércio, página 2, a música Luar do Sertão é de autoria de Catulo da Paixão Cearense e João Pernambuco, e não de Luiz Gonzaga. (Roberto Dal Col)
Arroz amargo
Um dos esteios da economia gaúcha encontra-se seriamente ameaçado. Refiro-me à lavoura arrozeira, que enfrenta vários e crescentes problemas, oriundos de diversas causas, entre elas, a concorrência dos parceiros do Mercosul; tributação opressora; progressivo arrefecimento do consumo interno, com a indiferença estatal; preço de comercialização incompatível com o alto custo operacional; e agora, a impactante majoração dos fretes rodoviários, consequência da recente greve dos caminhoneiros. Diante desse quadro, os produtores devem valer-se do próximo pleito eleitoral para sufragarem nomes tradicionalmente ligados ao setor, como esperança de um eficiente patrocínio da causa. (Fernando Wunderlich, advogado, Rio Pardo/RS)
Crianças imigrantes
Cerca de 2.300 crianças foram tiradas de seus pais desde que o secretário de Justiça dos Estados Unidos, Jeff Sessions, anunciou a nova política de tolerância zero. Entre soluços, várias crianças choram e chamam por seus pais dentro de uma instalação da Patrulha de Fronteira dos Estados Unidos, enquanto um guarda ironiza: "Temos uma orquestra, só falta o maestro". Face a protestos de órgãos internacionais e várias nações filiadas à ONU, o presidente norte-americano, Donald Trump, assinou uma ordem executiva para pôr fim à controversa separação de famílias de imigrantes na fronteira, revertendo uma prática que virou alvo de críticas internacionais. Ainda bem que atualmente práticas abomináveis como essas são inaceitáveis. (Danilo Guedes Romeu)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia