Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de setembro de 2019.
Dia do Repórter Fotográfico. Feriado nos EUA - Dia do Trabalho.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 02/09/2019.
Alterada em 01/09 às 22h03min
COMENTAR | CORRIGIR

Parcele sua aposentadoria

Marcia Dessen
Brasileiro adora parcelar, encontra no parcelamento a solução para comprar o que quer e não tem dinheiro para pagar à vista. Que tal comprar sua aposentadoria em parcelas?
Se eu perguntar qual é a coisa mais cara que você comprará na vida, a resposta não será uma TV, o carro ou a casa. Poupar para o seu futuro, comprar a sua aposentadoria será, provavelmente, a compra mais cara da sua vida. Cara com duplo sentido: no sentido monetário e no sentido de propósito, de significado.
Maior expectativa de vida, incerteza da Previdência Social no futuro e menor contribuição dos empregadores aos funcionários tornaram o planejamento dessa grande compra muito mais complexo do que era no passado. As pessoas nem ao menos se preocupavam com isso, morriam antes de se aposentar.
Aumentou muito a complexidade das nossas decisões financeiras. Despreparados, muitos precisam de ajuda para entender a importância de um orçamento para controlar e limitar os gastos, formar um fundo de emergência para evitar contratempos financeiros, para lidar com as grandes mudanças na vida, evitar problemas com endividamento e decidir onde investir o dinheiro.
Algumas recomendações para evitar os erros comuns e tirar o máximo proveito do planejamento financeiro:
- Definir metas financeiras mensuráveis: estabeleça metas específicas de quanto deseja alcançar e quando deseja ver os resultados. Todo o mundo quer estar "confortável" na aposentadoria e ver seus filhos frequentando "boas" escolas, mas o que você quer dizer com confortável e bom? Metas claras são mais fáceis de fixar e medir.
- Compreender os efeitos de cada decisão financeira: lembre-se de que cada pedaço da sua vida financeira é parte de um quebra-cabeça maior. Por exemplo, uma decisão sobre a compra de um carro pode afetar as metas de aposentadoria. Suas decisões financeiras estão inter-relacionadas.
- Reavaliar sua situação financeira periodicamente: o planejamento financeiro é um processo dinâmico, os objetivos mudam ao longo dos anos devido a mudanças no estilo de vida ou circunstâncias como herança, casamento, nascimento, compra de casa ou mudança de emprego. Revise seu plano financeiro para permanecer no caminho certo e atingir as metas de longo prazo.
- Comece a planejar o mais rápido possível: quanto mais cedo começar, maior a probabilidade de atingir suas metas. Desenvolver bons hábitos, como economizar, orçamentar, investir e revisar regularmente as finanças, amplia as chances de atingir as metas, especialmente as mais caras, como a aposentadoria, e de longo prazo, de cujo benefício não desfrutamos agora.
- Seja realista em suas expectativas: o planejamento financeiro não muda sua situação da noite para o dia, é um processo vitalício. Lembre-se de que fatores alheios ao seu controle, como inflação ou mudanças de caráter político ou econômico, afetarão seus resultados.
- Obtenha ajuda de um profissional qualificado: assim como você procura uma opinião especializada de um médico para questões de saúde, há momentos em que você precisa de um profissional qualificado para fornecer consultoria de planejamento financeiro. Um planejador financeiro com a Certificação CFP® pode ajudá-lo em sua jornada para um futuro financeiro saudável.
- Assuma o controle de sua vida financeira: se você está sendo orientado por profissionais do mercado, certifique-se de compreender, faça perguntas sobre as recomendações oferecidas. Seja protagonista e desempenhe um papel ativo na tomada de decisões.
Planejadora financeira CFP (Certified Financial Planner), aurota de "Finanças Pessoais: o que fazer com o meu dinheiro"
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia