Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 19 de julho de 2020.
Nelson Mandela Day.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 19 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 01/06/2020.
Alterada em 31/05 às 22h10min

Investir em pequenos negócios

As pequenas e médias empresas, mesmo com alta capacidade de crescimento e boa administração, não têm acesso a financiamento de longo prazo ou a investidores. Pensando nessa realidade, a Cluster21, de Porto Alegre - plataforma digital de investimentos - apresenta ao mercado papéis de companhias nesse perfil, avaliadas nos quesitos gestão, produto ou serviço, segmento de mercado, potencial de crescimento e ameaças, para atender à expectativa de retorno dos investidores, segundo o CEO Sérgio Sanchez Correa. Os papéis emitidos, obedecendo regulação da CVM, podem ser conversíveis em ações com pagamento de juros pré-fixados e garantias estabelecidas. Assim, as empresas acessam diretamente o público investidor e os investidores recebem remuneração extremamente vantajosa que justifica a percepção de risco.
As pequenas e médias empresas, mesmo com alta capacidade de crescimento e boa administração, não têm acesso a financiamento de longo prazo ou a investidores. Pensando nessa realidade, a Cluster21, de Porto Alegre - plataforma digital de investimentos - apresenta ao mercado papéis de companhias nesse perfil, avaliadas nos quesitos gestão, produto ou serviço, segmento de mercado, potencial de crescimento e ameaças, para atender à expectativa de retorno dos investidores, segundo o CEO Sérgio Sanchez Correa. Os papéis emitidos, obedecendo regulação da CVM, podem ser conversíveis em ações com pagamento de juros pré-fixados e garantias estabelecidas. Assim, as empresas acessam diretamente o público investidor e os investidores recebem remuneração extremamente vantajosa que justifica a percepção de risco.
Primeira empresa
A primeira empresa disponível ao público, a partir desta terça-feira, no site da Cluster 21 para captar recursos através desta modalidade, será a gaúcha Substância. A empresa conta com mais de 30 anos de história, mais de 10 mil consumidores cadastrados, presente nas principais redes de supermercados em quatro estados e é pioneira no conceito de comida pronta saudável e saborosa. A emissão é de Notas Conversíveis em Ações com pagamento trimestral de juros anuais de 12% e recebimento de ações com grande potencial de valorização.
Showroom inédito
A pandemia fez a La Moda - proprietária da Lança Perfume - mudar radicalmente os planos para 2020. Após cancelar o grande evento de lançamento das coleções, teve de se reinventar. E acabou criando algo inédito no segmento nacional: um showroom 100% virtual, reproduzindo as sensações de um ambiente físico.
Farinha de arroz
O Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) está em campanha para inclusão dos derivados do arroz - por seu valor nutritivo - na alimentação escolar, com destaque para a farinha de arroz. É o Programa de Valorização do Arroz (Provarroz). Depois de Camaquã, Capivari do Sul e Pelotas, agora também o município de Cristal aderiu à farinha de arroz. O derivado é considerado rico em carboidratos complexos, não contém glúten, muito solúvel, além de possuir alta digestibilidade (melhor absorção de nutrientes).
Enoturismo de volta
Pioneira no enoturismo na serra gaúcha, a Cooperativa Vinícola Aurora, de Bento Gonçalves, retomou, neste domingo, o atendimento normal aos participantes do seu tour turístico (gratuito), depois de receber o selo "Ambiente limpo e seguro" da prefeitura local. O mesmo foi conquistado pelos demais empreendimentos do setor, que atenderam às normas de prevenção contra a Covid-19 desde a reabertura limitada no final de abril. O selo foi criado pelo Comitê Pró-Turismo Bento como uma maneira de retomar de forma gradual e segura a atividade no município. A Aurora recebeu nos dois últimos anos 300 mil visitantes.
Primeiros lançamentos imobiliários
A MRV lançou, em maio, os primeiros empreendimentos imobiliários do ano no Estado. Localizados em Porto Alegre, os novos projetos ficam na Zona Norte da Capital, somando 368 apartamentos e Valor Geral de Vendas (VGV) estimado de R$ 55 milhões. Na avenida Baltazar de Oliveira Garcia, o Porto Coimbra contará com prédio-garagem, inédito em suas obras do Estado. Serão 128 apartamentos de um e dois dormitórios e sacada com churrasqueira. Já o Porto Dom Feliciano está localizado na avenida Protásio Alves e próximo à avenida Manoel Elias. Com 180 unidades de um e dois dormitórios, o empreendimento terá pet place, uma novidade nos condomínios da MRV no RS, além de piscinas adulto e infantil.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Affonso Ritter
Affonso Ritter
Informações sobre negócios corporativos, novas operações e investimentos realizados no Rio Grande do Sul estão na coluna Observador. Jornalista econômico há décadas, Affonso Ritter apresenta, diariamente, notícias e a agenda do ambiente empresarial gaúcho.