Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de novembro de 2019.
Dia da Bandeira.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 19/11/2019.
Alterada em 18/11 às 21h38min
COMENTAR | CORRIGIR

Revisão do Projeto Pescar

A Fundação Projeto Pescar realiza a partir desta quinta-feira e até sábado, em sua sede e na Casa Marista da Juventude, ambas em Porto Alegre, um encontro nacional com seus educadores sociais para a revisão e o aprimoramento dos conteúdos do Projeto Pescar, reunindo 70 profissionais, que mobilizarão cerca de 2 mil voluntários em todo o Brasil. Fundado há 43 anos, ele é um programa de formação socioprofissionalizante, dirigido para adolescentes e jovens de baixa renda, entre 16 e 19 anos. É desenvolvido em 81 unidades espalhadas em 10 estados, bem como na Argentina, Paraguai e Angola. Já formou mais de 31,7 mil e, só em 2018, foram mais de 70 mil horas de cursos, com 98,53% de frequência
A Fundação Projeto Pescar realiza a partir desta quinta-feira e até sábado, em sua sede e na Casa Marista da Juventude, ambas em Porto Alegre, um encontro nacional com seus educadores sociais para a revisão e o aprimoramento dos conteúdos do Projeto Pescar, reunindo 70 profissionais, que mobilizarão cerca de 2 mil voluntários em todo o Brasil. Fundado há 43 anos, ele é um programa de formação socioprofissionalizante, dirigido para adolescentes e jovens de baixa renda, entre 16 e 19 anos. É desenvolvido em 81 unidades espalhadas em 10 estados, bem como na Argentina, Paraguai e Angola. Já formou mais de 31,7 mil e, só em 2018, foram mais de 70 mil horas de cursos, com 98,53% de frequência
Em Capão da Canoa
A tradicional família Pugen, que atua há mais de 30 anos na construção civil, olaria e criação de gado de raça, lança pelo Grupo Pugen e MML Pugen dois novos residenciais de alto padrão perto da praia de Capão da Canoa. É o Pinheiro Living Design e o Sunset Residence com entregas previstas para 2021 e 2022.
No canteiro de obras
A MRV promove palestra às 13h 30m de hoje em parceria com a Liga Feminina de Combate ao Câncer nas obras do Porto Quintana, em Porto Alegre, destinada aos funcionários do canteiro sobre importância dos exames de rotina masculinos.
O Natal dos pets
O Iguatemi Porto Alegre oferece a possibilidade de também os pets se reencontrarem com o Papai Noel para contemplar toda a família com a programação do Natal. Nesta edição, os bichinhos irão posar com ele em uma casinha exclusiva de biscoitos de gengibre, na campanha "Tudo Fica Mais Doce no Natal". E, como lembrança, ao final das fotos, irão receber biscoitos orgânicos para saborear.
Bar com torneiras
O Blink Bar, que inaugurou em outubro no bairro Moinhos de Vento de Porto Alegre o primeiro bar da capital gaúcha com torneiras de drinks, abre amanhã sua programação de verão com o Blink Bar Open Summer. Ele terá como atração musical o DJ Alê e uma ação especial para as mulheres: espumante liberado durante toda a noite pelo valor de investimento de R$ 42,90.
Leilão beneficente
O Asilo Padre Cacique, em parceria com o Alto da Bronze Leilões, ambos de Porto Alegre, realiza na noite desta quinta um leilão de Arte e Antiguidades. Entre as obras que serão leiloadas estão esculturas, objetos de decoração, quadros, tapetes, mobiliários, vasos, luminárias, bandejas, garrafas e arte sacra. A exposição poderá ser conferida até aquela data. Em um dos ambientes acontecerá a exposição e venda direta de peças selecionadas. Em outro, a exposição das peças em leilão.
Liderança gaúcha na Lei do Bem
Levantamento interno realizado por Martinelli Advogados mostrou que entre as empresas atendidas, as gaúchas são as que mais têm utilizado os benefícios da Lei do Bem, responsável por conceder incentivos fiscais à inovação tecnológica nas organizações. Dos 260 projetos encaminhados pelo escritório entre 2015 e 2018 ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, 121 são de empresas do Rio Grande do Sul; 82 de São Paulo; 20 do Paraná; 20 de Santa Catarina; 10 do Rio de Janeiro; e sete de Minas Gerais. Em créditos concedidos, há um "empate técnico" entre São Paulo e Rio Grande do Sul. As empresas gaúchas receberam R$ 36,98 milhões em créditos no período; enquanto as paulistas, R$ 36,89 milhões.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia