Porto Alegre, sexta-feira, 22 de abril de 2022.
Dia Mundial da Terra. Descobrimento do Brasil.
Porto Alegre,
sexta-feira, 22 de abril de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Minuto Varejo

- Publicada em 21/04/2022 às 10h46min.

Dois 'Zaffari' dominam topo do novo ranking de supermercados do Rio Grande do Sul

Companhia Zaffari, de Porto Alegre, e Comercial Zaffari, de Passo Fundo, estão no topo da lista

Companhia Zaffari, de Porto Alegre, e Comercial Zaffari, de Passo Fundo, estão no topo da lista


MONTAGEM FOTOS LUIZA PRADO/ANDRESSA PUFAL/JC
Patrícia Comunello
Tem troca de posição nas primeiras colocações dos maiores supermercados do Rio Grande do Sul, aponta o novo Ranking da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), divulgado nesta quinta-feira (21). A Companhia Zaffari mantém a primeira posição, mas o segundo lugar tem outro ocupante e com nome quase igual ao líder. (veja no fim do texto a lista dos 20 maiores)
Tem troca de posição nas primeiras colocações dos maiores supermercados do Rio Grande do Sul, aponta o novo Ranking da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), divulgado nesta quinta-feira (21). A Companhia Zaffari mantém a primeira posição, mas o segundo lugar tem outro ocupante e com nome quase igual ao líder. (veja no fim do texto a lista dos 20 maiores)
Quais são os 12 empreendimentos que o Zaffari está fazendo ou vai fazer em Porto Alegre e RMPA.
A Comercial Zaffari, de Passo Fundo, assumiu a vice-liderança em faturamento no ranking de 2021. O impulso para assumir a nova posição veio certamente da expansão da sua bandeira de atacarejo, a Stok Center. O grupo faturou R$ 2,459 bilhão no ano passado, um salto de 47,3% na receita frente a 2020, além de passar de 24 para 29 lojas, quatro a mais e todas de atacarejo.
Este tipo de loja também teve expansão em outras redes, como o Unidasul, com a bandeira Macromix, e o Imec, com o Desco.   
Os dados de receita de 2020 usados pela coluna têm como fonte o ranking da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), pois a associação estadual não divulgou os dados por empresa, apenas a lista geral devido à pandemia, explicou a Agas.  
O Zaffari porto-alegrense, que mantém a sua liderança isolada, teve receita de R$ 6,3 bilhões no ano passado, uma vez e meia acima acima do segundo colocado. Ante o seu próprio faturamento em 2020, a companhia teve alta de 3,4%. 
Na lista dos 10 maiores grupos supermercadistas gaúchos, outro destaque é o Unisuper, que ganhou mais posições com a entrada do supermercado Formenton (46º em 2020), com quatro lojas, e abertura de novas operações, após figurar na 15ª posição em 2020. Agora aparece em 10º lugar.
As 226 companhias avaliadas registraram crescimento real global da receita de 3,5% frente ao primeiro ano da pandemia. O faturamento do grupo analisado somou R$ 44,7 bilhões, 7,6% do PIB gaúcho, compara a Agas. Foram abertos pelo setor quase 12 mil novos empregos em 2021, atingindo 124,2 mil postos diretos em 6,1 mil supermercados. O tíquete médio de compras cresceu acima da inflação, chegando a R$ 77,73.
A lista mapeia o desempenho de 226 empresas supermercadistas gaúchas ao longo do ano passado, esclarece a Agas. As companhias foram divididas em categorias, a partir do seu faturamento.
Segundo a entidade, a regra garante "equidade de competição para empresas supermercadistas de todos os tamanhos nos prêmios que distinguem os supermercados que mais cresceram". No dia 25, a associação entrega as premiações às empresas. 
Grupos como o francês Carrefour e o BIG não figuram na lista porque não informam os dados regionalizados. Também não está na lista a rede regional Andreazza, de Caxias do Sul, também por não repassar as informações. Caso disponibilizassem os números, os três ocupariam a terceira, quarta e sexta posições, diz a Agas. No evento de premiação, os três serão reconhecidos na lista dos dez maiores. 
A entidade vai entregar 40 prêmios, sendo 33 homenagens a empresas, cooperativas e entidades do varejo e sete a personalidades, que receberão o novo Troféu Supermercador.

Como ficou o ranking de supermercados no RS em 2021: (*)

 Zaffari (Porto Alegre): R$ 6,3 bilhões (38 lojas) / 2020 (1º): R$ 6,1 bilhões (36 lojas) 
 Comercial Zaffari (Passo Fundo): R$ 2,5 bilhões (29 lojas) / 2020 (3º): R$ 1,7 bilhão (24 lojas)
3º Unidasul (Esteio): R$ 1,9 bilhão (42 lojas) / 2020 (2º): R$ 1,8 bilhão (44 lojas)
4º Imec (Lajeado): R$ 1,06 bilhão (26 lojas) / 2020 (4º): R$ 889,1 milhões (23 lojas) 
5º Asun Supermercados (Gravataí): R$ 972,6 milhões (37 lojas) / 2020 (5º): R$ 888,3 milhões (30 lojas)
6º Master Sonda (Erechim): R$ 733,3 milhões (14 lojas) / 2020 (6º): R$ 658,1 milhões (14 lojas)
7º Libraga (Santa Maria): R$ 719,5 milhões (32 lojas) / 2020 (7º): R$ 630,6 milhões (29 lojas)
8º Peruzzo (Bagé): R$ 703,2 milhões (21 lojas) / 2020: sem informação 
9º Supermercados Guanabara (Rio Grande): R$ 643,9 milhões (10 lojas) / 2020 (7º): R$ 609,4 milhões (10 lojas)
10º Unisuper (Canoas): R$ 541,04 milhões (26 lojas) / 2020 (15º): R$ 247,2 milhões (9 lojas)
11º Baklizi (Uruguaiana): R$ 536,3 milhões (13 lojas) / 2020 (9º): R$ 503,7 milhões (13 lojas)
12º Righi (Santana do Livramento): R$ 437,5 milhões (13 lojas) / 2020 (10º): R$ 367,9 milhões (13 lojas)
13º Nicolini (Bagé): R$ 367,4 milhões (10 lojas) / 2020 (11º): R$ 357,7  milhões (10 lojas)
14º Cotripal (Panambi): R$ 366,7 milhões (6 lojas) / 2020 (12º): R$ 332,6 milhões (6 lojas)
15º Treichel (Pelotas): R$ 318,7 milhões( 1 loja) / 2020 (13º): R$ 299 milhões (1 loja)
16º Beltrame (Santa Maria): R$ 295,4 milhões (4 lojas) / 2020 (14º): R$ 277,6 milhões (4 lojas)
17º Oliveira Supermercados (Alvorada): R$ 248,9 milhões (6 lojas) / 2020 (16º): R$ 227,9 milhões (6 lojas)
18º Benedetti (Três de Maio): R$ 210,5 milhões (3 lojas) / 2020 (19º): R$ 182 milhões (2 lojas)
19º Apolo (Bento Gonçalves): R$ 210 milhões (9 lojas) / 2020 (22º): R$ 175,5 milhões (8 lojas)
20º Cotrisal (Sarandi): R$ 206,3 milhões (16 lojas) / 2020 (20º): R$ 181,9 milhões (16 lojas)
(*) Dados do Ranking da Abras; Agas não divulgou os dados de cada empresa em 2021
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO