Porto Alegre, quarta-feira, 10 de novembro de 2021.
Porto Alegre,
quarta-feira, 10 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Minuto Varejo

- Publicada em 09/11/2021 às 12h39min.

Panvel inaugura sexta usina fotovoltaica e avisa: quer ser exemplo para o varejo

Carport soma quase 2,3 mil painéis na sede da operação do grupo em Eldorado do Sul

Carport soma quase 2,3 mil painéis na sede da operação do grupo em Eldorado do Sul


MARIANA ALVES/JC
Patrícia Comunello
Com marca consolidada no varejo de medicamentos e beleza, a gaúcha Panvel emplaca rapidinho a fama na geração distribuída e energia, com fôlego maior na fonte fotovoltaica. Nesta terça-feira (9), a sexta usina de painéis situada na sede, em Eldorado do Sul, foi apresentada, a primeira em estacionamento e com pontos de recarga de carro elétrico.
Com marca consolidada no varejo de medicamentos e beleza, a gaúcha Panvel emplaca rapidinho a fama na geração distribuída e energia, com fôlego maior na fonte fotovoltaica. Nesta terça-feira (9), a sexta usina de painéis situada na sede, em Eldorado do Sul, foi apresentada, a primeira em estacionamento e com pontos de recarga de carro elétrico.
O presidente do grupo, Julio Mottin Neto, fez uma provocação ao analisar o impacto das medidas na geração distribuída que vão assegurar 100% do suprimento das lojas de rua da marca em 2022. Hoje a demanda é 40% suprida com a geração:
"É um exemplo que deve ser trilhado nos próximos anos. O varejo tem a oportunidade de dar exemplo e formar as milhares de pessoas que transitam pelas lojas".
Mottin sustenta que que os pontos físicos podem ser canais para formar "conhecimento e consciência na população" sobre as ações sustentáveis. 
Pelos planos da Panvel, serão mais cinco unidades de geração fotovoltaica a serem implantadas até o próximo ano, além de uma pequena central hidrelétrica (PCH), com fonte hídrica. Três usinas serão no Estado e mais a PCH, que fica pronta em janeiro, uma no Paraná, para atender o Centro de Distribuição (CD) de Curitiba e uma para atender as lojas de São Paulo. 
O parque fotovoltaico na sede é o primeiro carport do grupo, foi instalado e custeado pela empresa, com aporte de R$ 4 milhões. Os demais projetos (tanto em operação como futuros) seguem o modelo de contrato de aluguel pelo qual parceiros buscam áreas, investem e instalam as usinas, e a Panvel paga um valor pelo uso por um determinado prazo, explica o gerente de projetos e manutenção, Wander Ferreira Esteves. Os aportes na área vêm crescendo no grupo.
O carport, formado por 2.280 painéis, é o maior do Estado e quatro em tamanho e capacidade no País, garante o grupo. A potência instalada é de 1 MW, produção que atenderá o consumo da sede e do CD na área. A oferta de fonte limpa vai se traduzir na redução de 145 toneladas de emissões de CO2 por ano, equivalente ao plantio de 1.088 árvores, informou a Panvel.
A economia anual na conta de luz do complexo é projetada em R$ 700 mil por ano. No estacionamento, existem dois pontos para carregamento de carros, um deles para visitantes ou comunidade.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/11/09/206x137/1_ma_091121___dimed__4_-9466465.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'618a7e4af027d', 'cd_midia':9466465, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/11/09/ma_091121___dimed__4_-9466465.jpg', 'ds_midia': 'Panvel / Dimed inaugura nova usina fotovoltaica com participação de diretores e colaboradores da companhia.    Na foto: Julio Mottin Neto, presidente do grupo Dimed / Panvel, e Julio Mottin, um dos fundadores do grupo Dimed / Panvel', 'ds_midia_credi': 'MARIANA ALVES/JC', 'ds_midia_titlo': 'Panvel / Dimed inaugura nova usina fotovoltaica com participação de diretores e colaboradores da companhia.    Na foto: Julio Mottin Neto, presidente do grupo Dimed / Panvel, e Julio Mottin, um dos fundadores do grupo Dimed / Panvel', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
"Hoje a gente planta usina fotovoltaica", disse o pai de Mottin Neto, após mostrar árvores que ele plantou. Foto: Mariana Alves/JC   
Na estreia da usina, um dos fundadores da Panvel e pai do atual presidente, Julio Mottin, apontou algumas árvores que ele plantou anos antes no jardim do prédio administrativo.
"Hoje a gente planta usina fotovoltaica", contrastou Mottin, para descontrair. "Mas as minhas árvores estão crescendo", avisou, indicando a sua contribuição ambiental.
Para a operação total do grupo, os investimento em fonte renovável garantem redução de mais de 30% no custo de energia, pois a empresa faz o abatimento ao entregar a produção para o sistema.
"Isso faz muita diferença, pois o varejo é um grande consumidor", reforça o presidente. O aumento do valor da energia tem impactado custos dos setores, principalmente com adoção da bandeira vermelha devido à escassez hídrica.
A largada em mais um ponto de geração foi comemorada pelos setores do grupo, que, recentemente, oficializou a mudança do nome de Dimed (que abrangia toda a companhia) para Panvel (bandeira de varejo). A troca da marca ocorre em janeiro. Os investimentos nos parques fotovoltaicos integram a política em ESG (da sigla em inglês, Environmental, social and corporate governance), ou Ambiental, Social e Governança, em português. 
Para 2022, ainda nas ações de ESG, deve ganhar mais espaço o programa de recolhimento de medicamentos, com pontos de coleta em todas as lojas, adiantou Mottin Neto.
As seis usinas em operação têm potência total de 6,16MWp, suficiente para atender 153 lojas (40% do total de lojas de rua) e o grupo em Eldorado do Sul. O investimento total do grupo e investidores (para montar usinas) foi até agora de R$ 21.562.509. A economia gerada fica entre 15% e 20% do valor do conta de energia, informa a Panvel.

Rede Panvel de "energia": 

  • Usinas em operação: 6 (sede, em Eldorado do Sul, Montenegro, Vacaria e Rosário do Sul, no Estado, Mondaí, em Santa Catarina, Santo Antônio do Sudoeste, no Paraná.
  • Usinas previstas para operar em 2022: 5 usinas fotovoltaicas (três no Estado, uma no Paraná, para atender o CD em Curitiba, e uma em São Paulo.
  • Geração total das unidades em operação e em construção: 15.600 MWh/ano (25 mil placas solares)
  • Captura total de CO2 das unidades em operação e em construção: 1.440 toneladas por ano, equivalente ao plantio de 10,4 mil árvores

Conheça cada uma das usinas e novos projetos

Em operação:

1ª Vacaria (RS):
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/png/2021/11/10/206x137/1_vacaria_ufv_aurora_solar_i___10-9467913.png', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'618be94e93fcb', 'cd_midia':9467913, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/png/2021/11/10/vacaria_ufv_aurora_solar_i___10-9467913.png', 'ds_midia': 'Minuto Varejo - lojas - consumo energia - Grupo Panvel - usina fotovoltaica parque em Vacaria - Rio Grande do Sul  = Geração energia distribuída - fonte sustentável - energia solar -', 'ds_midia_credi': 'GRUPO PANVEL/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Minuto Varejo - lojas - consumo energia - Grupo Panvel - usina fotovoltaica parque em Vacaria - Rio Grande do Sul  = Geração energia distribuída - fonte sustentável - energia solar -', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '446', 'align': 'Left'}
  • Inauguração: 25/3/2020
  • Potência: 0,11MWp
  • Placas solares: 355
  • Demanda de energia: 4 lojas de rua
  • Investimento de R$ 440 mil (realizado por investidores)
2ª Montenegro (RS):
  • Inauguração: 11/8/2020
  • Potência: 1,2MWp
  • Placas solares: 3.528
  • Demanda de energia: 28 lojas de rua
  • Investimento: R$ 4 milhões (realizado por investidores)
3ª Mondaí (SC):
  • Inauguração: 19/10/2020
  • Potência: 1,14MWp
  • Demanda de energia: 35 lojas de rua
  • Investimento: R$ 4 milhões (realizado por investidores)
4ª Rosário do Sul (RS):
  • Inauguração: 8/1/2021
  • Potência: 1,3MWp
  • Placas solares: 3.780
  • Demanda de energia: 42 lojas de rua
  • Investimento: R$ 4 milhões (realizado por investidores)
5ª Santo Antônio do Sudoeste (PR):
  • Inauguração: 7/4/2021
  • Potência: 1,4MWp
  • Placas solares: 4.032
  • Demanda de energia: 44 lojas de rua
  • Investimento: R$ 5 milhões (realizado por investidores)
6ª Eldorado do Sul (RS):
  • Inauguração: 9/11/2021
  • Potência: 1,01MWp
  • Placas solares: 2.280
  • Demanda de energia: 48% do consumo da Dimed (sede) em Eldorado do Sul
  • Investimento: R$ 4.122.509 (realizado pela Panvel)

Projetos para 2022 (meta é atingir 100% das lojas de rua com demanda de energia atendida) 

7ª Camargo (RS): pequena central hidrelétrica (PCH)
  • Estágio: em construção, com previsão de inauguração no primeiro trimestre de 2022
  • Demanda de energia: lojas da região da concessionária RGE
8ª Sentinela do Sul-1 (RS):
  • Estágio: em construção, com previsão de inauguração em meados de 2022
  • Demanda de energia: lojas da região da concessionária RGE
9ª Sentinela do Sul-2 (RS):
  • Estágio: em construção, com previsão de inauguração em meados de 2022
  • Demanda de energia: lojas da região da concessionária RGE
10ª Local em definição (RS):
  • Estágio: em projeto, com previsão de inauguração no fim de 2022
  • Demanda de energia: lojas da região da concessionária CEEE
11ª Local em definição (SP):
  • Estágio: em negociação, com previsão de inauguração em fim de 2022
  • Demanda de energia: lojas da região da concessionária Enel NEL de São Paulo
12ª Local em definição (PR):
  • Estágio: em negociação, com previsão de inauguração no fim de 2022
  • Demanda de energia: CD de São José dos Pinhais, na região da concessionária Copel
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO