Porto Alegre, sexta-feira, 22 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 22 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Digital

- Publicada em 13h50min, 22/01/2021. Atualizada em 17h10min, 22/01/2021.

Incubadora doTecnosinos será instalada em Esteio

Edital para primeira chamada de empresas será lançado em fevereiro

Edital para primeira chamada de empresas será lançado em fevereiro


TECNOSINOS/DIVULGAÇÃO/JC
A Unidade de Inovação e Tecnologia (Unitec), incubadora do Parque Tecnológico São Leopoldo (Tecnosinos), e a prefeitura de Esteio assinaram o primeiro contrato do Programa +Startups: Rede Unitec de Incubadoras Locais. A parceria tem por objetivo a criação de um ambiente adequado para o surgimento de novas ideias e a inserção na economia do conhecimento, como opção econômica a economia local.
A Unidade de Inovação e Tecnologia (Unitec), incubadora do Parque Tecnológico São Leopoldo (Tecnosinos), e a prefeitura de Esteio assinaram o primeiro contrato do Programa +Startups: Rede Unitec de Incubadoras Locais. A parceria tem por objetivo a criação de um ambiente adequado para o surgimento de novas ideias e a inserção na economia do conhecimento, como opção econômica a economia local.
O reitor da Unisinos, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino, destacou o início da parceria, que, seguundo ele,vai ao encontro dos projetos de alto impacto da universidade no ecossistema. Um deles é o papel da Unisinos na transformação da matriz econômica do Vale dos Sinos. “Para o Rio Grande do Sul, esta é uma questão de inovação. E é preciso ter recursos e concentrar esforços para transformar essa ideia em realidade”, disse na quinta-feira (21).
A diretora de inovação da Unisinos e CEO do Tecnosinos, Susana Kakuta, destacou a importância de Esteio ser o primeiro município parceiro da Rede Unitec de Incubadoras Locais. “É uma cidade do tipo que queremos atingir com o programa, por ter uma limitação de crescimento e uma base econômica tradicional. Queremos gerar PIB de valor agregado e, também, oportunizar a fixação de talentos locais. Vamos começar com 10 startups. Mas logo vamos ampliar, pelas características, que podemos colocar a serviço das empresas”, projeta.
O prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, destacou a importância do projeto para o futuro do município. “Esteio é uma cidade territorialmente pequena. Temos uma indústria de transformação pujante. Mas, o crescimento da cidade não vai se dar por novas grandes indústrias. Acreditamos em mudar, ao longo do tempo, nossa matriz econômica. E isso passa por parcerias como essa e pelo foco na educação”, aponta.
A parceria vai promover o empreendedorismo inovador e acelerar o desenvolvimento regional através de negócios de alto valor agregado. O edital para primeira chamada de interessados para a Unitec IAD – Esteio será lançado em fevereiro. A inauguração do espaço físico está prevista para março.
As startups participantes do programa terão acesso ao processo de desenvolvimento on-line na Unitec, com metodologia de avaliação e indicadores de desempenho empresarial, além de interação com startups do Tecnosinos e com o Ecossistema de Inovação da Unisinos, envolvendo professores, laboratórios e itts, que são os institutos tecnológicos. Também será disponibilizado banco de mentores experts de mercado (assessorias on-line).
Sobre o Programa +Startups
Lançado em outubro de 2020, o Programa +Startups: Rede Unitec de Incubadoras Locais desenvolve uma modalidade de incubação híbrida, que é direcionada a agentes externos, como prefeituras e polos setoriais, que estejam interessados em alavancar o desenvolvimento regional ou local através do surgimento e maturação de novas empresas de base tecnológica.
Nessas novas unidades, a Unisinos também poderá disponibilizar outros serviços de educação, como por exemplo, polos de educação a distância, cursos de extensão e projetos corporativos. A iniciativa tem como objetivo fomentar o desenvolvimento de startups em todo o Rio Grande do Sul e oportunizar aos municípios a inserção na economia do conhecimento, como opção à economia local, possibilitando a participação de empresas de base tecnológica, sediadas nas cidades parceiras, no programa de incubação da Unitec. Além disso, visa promover a retenção de jovens talentos. 
Comentários CORRIGIR TEXTO