Porto Alegre, quinta-feira, 22 de outubro de 2020.
Dia do Enólogo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 22 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Digital

- Publicada em 12h53min, 21/10/2020. Atualizada em 15h17min, 22/10/2020.

Banrisul lança iniciativa de inovação aberta para conexão com fintechs

Primeiro edital deverá selecionar 30 startups e será lançado até início de 2021

Primeiro edital deverá selecionar 30 startups e será lançado até início de 2021


BANRISUL/DIVULGAÇÃO/JC
Acelerar startups, gerar uma mudança de mindset na instituição financeira e fomentar a inovação aberta a partir da aproximação com as fintechs é a nova aposta do Banrisul com o lançamento nesta quarta-feira (21) do BanriTech. Reconhecida pelo mercado pelas suas iniciativas inovadoras ao longo dos anos, a instituição potencializa agora a sua caminhada na busca por novas conexões com o ecossistema.
Acelerar startups, gerar uma mudança de mindset na instituição financeira e fomentar a inovação aberta a partir da aproximação com as fintechs é a nova aposta do Banrisul com o lançamento nesta quarta-feira (21) do BanriTech. Reconhecida pelo mercado pelas suas iniciativas inovadoras ao longo dos anos, a instituição potencializa agora a sua caminhada na busca por novas conexões com o ecossistema.
“Essa iniciativa vai trazer velocidade para uma aproximação profunda do banco com startups e toda comunidade de inovação”, aponta o presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho. O Banrisul também é um dos fundadores do Instituto Caldeira.
Segundo ele, a pandemia exponencializou essa nova realidade digital, já que o que levaria anos para acontecer, agora precisa de dias. Isso impactou, por exemplo, a forma como as pessoas se relacionam com os bancos. “Estamos fazendo um esforço para transformar as nossas operações que eram analógicas para o mundo digital. No primeiro semestre de 2020, 75% das nossas transações foram feitas de forma digital, o que significa 948 mil por dia”, exemplifica.
O BanriTech terá quatro pilares de sustentação todos como parte do BanriHUB. Um deles é o Hub.Startup, que promoverá a inovação aberta por meio da cooperação, colaboração e cocriação entre startups, aceleradoras, universidades, centros de pesquisa e parceiros. O Tecnopuc foi escolhido como parceiro para a capacitação e consultoria técnica especializada para o desenvolvimento do Programa de Aceleração de Startups.
“Esse projeto fortalece o ecossistema empreendedor e vai proporcionar novas conexões e oportunidades de desenvolvimento aos estudantes e startups de desenvolver negócios inovadores junto a um dos principais bancos do País”, comentou o reitor da PUCRS, Irmão Evilázio Teixeira.
Para o superintendente de Inovação e Desenvolvimento da PUCRS, Jorge Audy, essa iniciativa é estratégica. “Vamos contribuir para essa ativação e desenvolvimento do BanriTech, conectando diversas iniciativas com muito senso de responsabilidade e de urgência, pois se trata de uma iniciativa para promover o desenvolvimento do Rio Grande do Sul”, comenta.
O primeiro edital está sendo criado e a previsão é que seja lançado no final do ano ou no início de 2021. Inicialmente, 30 fintechs serão contempladas, com foco em pilares estratégicos como integração de sistemas, modelagem de agronegócio e de crédito, entre outros.
“Agora iremos aprofundar as conversas para buscarmos startups gaúchas que possam gerar conexões com o Banrisul, mas, sem dúvida, também abrindo a oportunidade de conexões externas”, afirma o gestor de relacionamento e negócios do Tecnopuc, Rafael Prikladnicki.
Já o Hub.Space será um espaço colaborativo, com área de eventos e coworking, abrigando startups selecionadas e destinado à promoção de novas ideias, pesquisa, experimentação e cocriação. Para isso, está sendo revitalizado o prédio do Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, localizado na Rua dos Andradas, 959, no Centro Histórico de Porto Alegre. A previsão é de inauguração no início de 2021.
O outro pilar da iniciativa é o Hub.Venture, que irá estimular ações que buscam agregar valor e potencializar resultados de startups parceiras por meio de fundos de investimento e/ou mentoria. O Banrisul já aprovou o aporte de até R$ 20 milhões no Fundo de Coinvestimento Anjo para startups inovadoras, o FIP Anjo do BNDES, com recursos voltados às iniciativas no Rio Grande do Sul.
E, por fim, está o Hub.Education, focado na promoção de ações voltadas à cultura de inovação, capacitações, qualificação de processos, produtos e serviços para a geração de novos negócios e que apoiem os objetivos estratégicos do Banrisul. Ele também irá auxiliar na conexão de mentores internos do Banrisul com as empresas incubadas, incentivando a inovação dentro do banco e, em contrapartida, compartilhando conhecimento sobre áreas temáticas com as startups.
O lançamento do BanriTech contou com a participação do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, do secretário estadual de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb – que lembrou que o Banrisul foi a primeira empresa a trazer um computador para o Rio Grande do Sul, em 1963 – e diretores do banco.
“Sempre estivemos muito à frente nas discussões sobre tecnologia, e o BanriTech e a parceria com o Instituto Caldeira representam um novo modelo que vamos trabalhar, integrando o que já acontece com a nossa área de transformação digital e o desenvolvimento com as fintechs”, aponta o diretor de tecnologia da informação e inovação do Banrisul, Jorge Krug.
Lamb reforça que esse projeto também fortalece o ecossistema de inovação no Rio Grande do Sul ao envolver a quádrupla hélice. “Temos certeza que este é um passo muito importante. Serão geradas aqui muitas ações em prol da inovação", diz.
Comentários CORRIGIR TEXTO