Porto Alegre, segunda-feira, 27 de julho de 2020.
Dia do Despachante.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 27 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado Digital

- Publicada em 09h45min, 24/07/2020. Atualizada em 13h31min, 27/07/2020.

Com proposta digital e acolhedora, Agibank inaugura "anti-agência"

Espaço foi projetado para público com mais de 50 anos e não utiliza papel em nenhuma operação

Espaço foi projetado para público com mais de 50 anos e não utiliza papel em nenhuma operação


Roberta Gewehr/Divulgação/JC
Não tem porta giratória, não tem o bip de chamada na fila e nem a cultura de atender rapidamente os clientes para a fila andar. O Agibank, banco digital omnichannel, inaugurou nesta quinta-feira em Porto Alegre um espaço diferenciado.
Não tem porta giratória, não tem o bip de chamada na fila e nem a cultura de atender rapidamente os clientes para a fila andar. O Agibank, banco digital omnichannel, inaugurou nesta quinta-feira em Porto Alegre um espaço diferenciado.
É uma ‘anti-agência’ bancária, uma loja conceitual que traz espaços de conveniência, atendimento consultivo e uma experiência paperless. Isso significa que as pessoas poderão fazer qualquer operação, desde abrir uma conta corrente até contratar serviços de seguridade e realizar investimentos, sem o uso do papel. Basta o celular, já que a autenticação é feita de forma biométrica, via fotografia.
“O diferencial está na alma dessa agência. Queremos tornar esse um case sucesso para depois abrir outras lojas conceito em todas as grandes capitais do Brasil”, projeta Matheus Girardi, gerente de Canais, CRM e Growth do Agibank, sem conter o entusiasmo.
O ambiente também servirá como laboratório para testes de novas tecnologias, produtos e serviços que a instituição pretende implantar em toda a rede de atendimento. Para 2021, a expectativa é replicar o modelo nas regiões Sudeste, Norte e Nordeste.
A apresentação deste projeto também foi, no mínimo, diferente e atual. Em função da pandemia e da necessidade de isolamento, ele nos levou por um tour virtual, passando por todos os ambientes do espaço, que fica localizado junto à matriz do Agibank, na rua Mostardeiro com a Mariante.
Girardi explica que a nova loja foi projetada para criar uma melhor experiência para o público 50+. Dos mais de 230 mil clientes que são correntistas e optaram por recebem salário com o Agibank, 75% tem mais de 50 anos. “Fizemos muitos estudos com os nossos clientes e vimos que eles sentiam falta de um atendimento mais acolhedor nas agências bancárias. E foi isso que endereçamos neste espaço”, conta.
O local tem cerca de 200 m², possui mobiliários de linhas curvas, tem muita visibilidade externa e usa de elementos pouco comuns nas agências, como cortinas e tapetes. Outro destaque é o Agibank Café, no qual colaboradores e clientes poderão estar mais próximos. São dois terminais de autoatendimento e seis posições de atendimento consultivo.
“A gente queria um lugar para o nosso cliente se sentir realmente à vontade, o que irá favorecer muito o nosso drive de atendimento e de atuação em busca da alfabetização digital e financeira dos brasileiros”, afirma Girardi. O gestor destaca que fazer essa jornada digital leva tempo e envolve estar lado a lado com o cliente. “Ter um espaço como esse vai elevar a experiência das pessoas com o Agibank, o que os permite ter um nível de serviços muito superior e maior engajamento e lealdade”, acrescenta.
O Agibank tem mais de 600 pontos de atendimento no Brasil e 2 mil consultores disponíveis. Por meio de uma rede de parceiros, disponibiliza mais de 30 mil terminais para saque e mais de 2 milhões de estabelecimentos credenciados para pagamento via QR Code.
Comentários CORRIGIR TEXTO