Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

11/02/2020 - 18h42min.
Alterada em 12/02 às 08h47min
COMENTAR | CORRIGIR

Instituto Caldeira dá largada para início de obras físicas no 4º Distrito de Porto Alegre

Área de 1 mil m² deverá estar finalizar até junho desse ano

Área de 1 mil m² deverá estar finalizar até junho desse ano


NÍCOLAS CHIDEM/JC
Vencidas as etapas burocráticas de criação do Instituto Caldeira como uma instituição sem fins lucrativos e da abertura da conta bancária para as empresas parceiras fazerem as doações, foi dada a largada oficialmente nessa segunda-feira (11) para o início das obras físicas do espaço, localizado no Shopping DC Navegantes, em Porto Alegre.
Vencidas as etapas burocráticas de criação do Instituto Caldeira como uma instituição sem fins lucrativos e da abertura da conta bancária para as empresas parceiras fazerem as doações, foi dada a largada oficialmente nessa segunda-feira (11) para o início das obras físicas do espaço, localizado no Shopping DC Navegantes, em Porto Alegre.
A reforma está começando por aquela que será o coração do Instituto, a grande caldeira com 30 metros de pé direito, que em 1920 produzia energia para as indústrias do grupo AJ Renner. Ali, em uma área de 1 mil m², ficará o Espaço Caldeira, para a realização de eventos. A previsão é que a primeira fase esteja pronta para ser inaugurada entre maio e junho deste ano.
“O nosso objetivo é manter ao máximo as estruturas históricas da antiga fábrica, inclusive, podemos fazer a alusão de que agora somos nós que queremos gerar energia, neste caso para a nova economia, abrigando empresas, pessoas e iniciativas”, comenta o diretor executivo do Instituto Caldeira, Pedro Valério.
A segunda fase começará a ser construída em março, com previsão de inauguração ainda em 2020. Serão cerca de 4 mil m² para abrigar os Labs das empresas – 39 já aderiram oficialmente ao projeto, como Sicredi, Agibank, Banrisul, Neugebauer e Kley Hertz. São essas operações que estão viabilizando a construção do Caldeira e, como uma das contrapartidas, poderão ter os seus laboratórios de inovação implantados ali.
“Temos um grupo muito heterogêneo de operações. Aliás, a adesão dos empresários do Estado, com doações, tem sido muito interessante”, destaca Valério. Quando o projeto estiver no auge, deverá reunir diversos laboratórios de empresas tradicionais e startups, reunindo até 3 mil pessoas desenvolvendo projetos inovadores em empresas de todos os portes.
O Instituto Caldeira é dos principais símbolos do movimento pela inovação e empreendedorismo que vem acontecendo em Porto Alegre, liderado pelo Pacto Alegre. A iniciativa conta com um Comitê de Governança, composto por executivos de Sicredi, Lojas Renner e MBZ Advogados, e de um Conselho de Administração composto por Marciano Testa, Claudio Coutinho, José Galló, Julio Mottin Netto, Rodrigo Vontobel, Haroldo Stumpf, Frederico Logemann e Marcos Boschetti.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Patrícia Knebel
Patrícia Knebel
Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.