Porto Alegre, segunda-feira, 06 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 06 de julho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR
20/01/2020 - 17h12min. Alterada em 20/01 às 17h18min

Gramado Summit projeta reunir 8 mil participantes em agosto

Rossi comemora crescimento de 350% no evento desde 2017

Rossi comemora crescimento de 350% no evento desde 2017


GRAMADO SUMMIT/Divulgação/JC
Três dias, 8 mil participantes, mais de 140 palestrantes confirmados e 12 horas diárias de imersão no mundo do empreendedorismo digital. De 5 a 7 de agosto, acontece a edição 2020 do Gramado Summit, considerado um dos principais eventos de tecnologia e inovação do Brasil.
Três dias, 8 mil participantes, mais de 140 palestrantes confirmados e 12 horas diárias de imersão no mundo do empreendedorismo digital. De 5 a 7 de agosto, acontece a edição 2020 do Gramado Summit, considerado um dos principais eventos de tecnologia e inovação do Brasil.
“Queremos dar voz ao ecossistema local e ajudar a transformar o mundo com essa grande feira de negócios e tecnologia”, afirma o CEO da Gramado Summit, Marcus Rossi. Segundo ele, essa edição representa um crescimento superior a 350% em relação a 2017, quando o projeto começou atraindo 600 pessoas. Neste ano, estão confirmados participantes do Canadá, Mônaco e Hong Kong. “Nos tornamos internacionais”, acrescenta.
Um dos nomes apresentados como grande atração é o de Jordan Belfort, o Lobo de Wall Street, que nos anos 1990 construiu uma das organizações de vendas mais bem-sucedidas da história de Wall Street, nos Estados Unidos. Durante esse período, ele ganhou mais de US$ 50 milhões por ano e depois foi condenado por fraude a quatro anos de prisão nos Estados Unidos. A sua história foi contada no cinema no filme O Lobo de Wall Street – seu personagem foi interpretado por Leonardo DiCaprio. Também já foram confirmados o CEO da Reserva, Rony Meisler, a gerente de conteúdo do Twitter, Juliana Muncinelli, o CEO do Playkids, Guilherme Martins e a empreendedora social e ativista nas temáticas mulher, negritude e LGBT+, Onília Araújo.
Ao criar o Gramado Summit, Rossi comenta que tinha outro grande objetivo, que agora começa a se concretizar: transformar Gramado em um polo de tecnologia. “Eu sou de Gramado e sempre acreditei que inovação não precisa de um CEP para acontecer. Cidades de menor porte como Gramado sempre acabam perdendo talentos e possíveis empreendedores para as grandes cidades, e queremos mudar esse cenário”, conta.
Segundo ele, essa mudança começou a acontecer a partir de 2017, quando ocorreu a primeira edição do Gramado Summit. Uma delas foi que a então Secretaria de Indústria e Comércio da cidade incorporou Inovação no nome e o no escopo de atuação. Além disso, algumas universidades, como a Feevale, passaram a marcar presença na cidade. Sem falar no estímulo ao empreendedorismo, “Ainda falta muito até sermos uma Florianópolis, mas a nossa caminhada para colocar Gramado no mapa da inovação já tem resultados importantes, como o fato de termos cada vez mais startups surgindo na cidade e recebendo aportes”, conta Rossi.
Comentários