Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de março de 2019.

Jornal do Comércio

11/03/2019 - 18h07min.
Alterada em 11/03 às 18h44min
COMENTAR | CORRIGIR

4all vai se transferir para o Tecnopuc nos próximos dias

José Renato Hopf, CEO da 4all, foi o co-fundador da Getnet, um dos primeiros unicórnios brasileiros

José Renato Hopf, CEO da 4all, foi o co-fundador da Getnet, um dos primeiros unicórnios brasileiros


MARIANA CARLESSO/JC
Nos próximos dias a 4all vai iniciar a transferência de cerca de 200 pessoas do seu time, que hoje ocupa dois prédios no bairro Bela Vista, em Porto Alegre, para o Tecnopuc. O novo endereço da empresa, uma das mais disruptivas surgidas no Rio Grande do Sul nos últimos tempos, será o espaço anteriormente ocupado pela Dell.
A 4all vai ocupar até o final de março toda a parte térrea do prédio, inclusive as duas áreas verdes internas. A decoração será moderna, no estilo coworking. O showroom da empresa vai mostrar o que há de mais moderno em termos de transformação digital através de produtos da 4all e dos seus parceiros.
A negociação com o Tecnopuc já vem acontecendo desde o ano passado e demorou um pouco porque envolvia modificações sensíveis no prédio, além da certeza de que o local irá comportar o crescimento que a empresa planeja para o próximo ano.
Essa não é a única novidade da 4all. “Ao longo de 2019, todos os nossos negócios serão marcas independentes dentro do hub 4all”, conta o fundador e CEO da operação, José Renato Hopf. O grupo possui nove unidades de negócios, sendo que já possuem marcas próprias a Uhuu (plataforma de entretenimento em parceria com a Opus), a IDT (responsável pelo serviço Grêmio Mais), a Compontos (wallet de pontos) e a Share Eat (rede social de gastronomia).
Além disso, a empresa está criando uma nova dinâmica do seu modelo de gestão do seu time de profissionais. “Vamos contratar pessoas de qualquer lugar do mundo. Não importa mais o lugar em que o profissional está, ele poderá fazer parte do nosso time”, relata Hopf.
Isso já começou. Além dos colaboradores em Porto Alegre e Pelotas, no Rio Grande do Sul, e em São Paulo, a 4all já tem pessoas na Espanha e Portugal. A mais recente aquisição é um ex-funcionário que está na Flórida (EUA). “Tem pessoas que não querem sair da empresa, mas desejam viver o sonho de morar fora. Agora eles podem fazer isso e continuar conosco”, acrescenta o gestor.
Hopf tem o empreendedorismo inovador na veia. Ele foi o co-fundador da Getnet, um dos primeiros unicórnios brasileiros e uma das maiores empresas de pagamentos da América Latina, vendida para o Santander por US$ 1,15 bilhão.
Agora com a 4all, conseguiu o feito de a sua empresa ser a primeira das Américas a fazer pagamento e compras via Messenger. Nos últimos dias, repetiu o pioneirismo ao ser a primeira a fazer vendas via WhatsApp, em parceria com a Zenvia. “Estamos provando que é possível fazer novos produtos e soluções no Brasil, em Porto Alegre, com o que existe de melhor no mundo”, comemora o empreendedor.
Ao comentar os desafios e oportunidades tecnológicos do futuro, ele cita o fato de que players como Uber e Netflix criaram modelos de negócios baseados em uma plataforma exponencial capaz de impactar toda jornada de consumo a partir da lógica da padronização e customização. “Eles subiram a barra a um tal nível que a economia real não consegue acompanhar. Isso nos instigou a criar a 4all, para ajudar as empresas a dar saltos para poder competir”, analisa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia

Patrícia Knebel

Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.