Porto Alegre, sexta-feira, 10 de julho de 2020.
Dia da Pizza.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 10 de julho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR
21/11/2018 - 19h24min. Alterada em 22/11 às 11h51min

Vivo promete manter vanguarda nas próximas tecnologias

O regional Sul da Vivo, José Carlos Rocha Júnior, comenta que operadora investiu R$ 388 milhões no Estado

O regional Sul da Vivo, José Carlos Rocha Júnior, comenta que operadora investiu R$ 388 milhões no Estado


FLAVIO OTONI/DIVULGAÇÃO/JC
Da porta da casa do usuário para fora, investimentos na expansão do 4G+ (o equivalente ao 4.5G) e na experiência com os canais de atendimento, como na loja ou no aplicativo que, por meio da tecnologia de Inteligência Artificial, permite que as pessoas conversem por voz com os atendentes.
Da porta da casa do usuário para fora, investimentos na expansão do 4G+ (o equivalente ao 4.5G) e na experiência com os canais de atendimento, como na loja ou no aplicativo que, por meio da tecnologia de Inteligência Artificial, permite que as pessoas conversem por voz com os atendentes.
Da porta para dentro, o foco está na migração acelerada para a fibra, tecnologia 100% digital e que permite velocidades mais altas de upload e download, e em parcerias estratégicas, como a firmada esse ano com a Netflix.
Essa é a receita da Vivo para manter no Rio Grande do Sul a sua já tradicional liderança – a operadora detém 53% de market share da telefonia móvel no pós-pago e é líder no 4G+. “Essas ações têm balizado o nosso crescimento financeiro e o relacionamento com os clientes”, comenta o diretor regional Sul da Vivo, José Carlos Rocha Júnior. No ano passado, a operadora investiu R$ 388 milhões no Rio Grande do Sul.
Segundo ele, a meta é fechar esse ano com 157 cidades gaúchas já com 4G+ - faltam apenas 19. Outra novidade da empresa é a transformação do antigo conceito das lojas como sendo ponto de venda, o PDV, para o ponto de experiência (PDX), e da humanização das relações. “Hoje em dia não basta mais oferecer apenas produtos. Temos que promover experiências diferenciadas para as pessoas”, relata Rocha Júnior, comentando que nas lojas os usuários podem degustar os produtos e também participar de atividades como workshops para aprenderem a usar a tecnologia.
E sobre os planos para o 5G? “O que eu posso dizer é que vamos continuar na vanguarda das próximas tecnologias”, diz.
Comentários CORRIGIR TEXTO