Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 25 de junho de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
José A. V. da Cunha

Intervalo

Notícia da edição impressa de 25/06/2018. Alterada em 25/06 às 17h41min

A diversidade pede espaço

Diversidade: tudo o que temos em comum

Diversidade: tudo o que temos em comum


COLETIVA/DIVULGAÇÃO/JC
A diversidade faz bem para os negócios, mas passar do discurso para a prática requer ações ousadas. E os chamados millennials desejam se ver mais retratados em anúncios, assim como esperam que as marcas e empresas se posicionem mais em relação à diversidade. Estas são mensagens que passearam pelos debates ocorridos no Festival de Cannes. "A grande questão é fazer a diversidade importar, o que não é só responsabilidade das agências, é dos clientes também. Mas eu acredito muito no poder transformador da nossa indústria", afirmou Tiffany Warren, do Omnicom Group. O seminário que Coletiva.net acompanhou, e cujos debatedores estavam de preto, encerrou-se com o telão exibindo a "Diversidade: a única coisa que todos temos em comum".

Quem está em Cannes...

Ao longo da semana que passou, o portal Coletiva.net municiou os interessados no Festival de Cannes com informações transmitidas diretamente do evento pelo enviada especial Cleidi Pereira. A ação teve apoio da ARP e da Rede Band, e apresentou muitas novidades e tendências do mundo da propaganda. Entre os profissionais gaúchos que foram conferir o que há de novo em criatividade estavam Juliano Hennemann e Gustavo Ermel, da SPR, e Alberto Meneghetti, da Moove.

... e o que é visto por lá

Com cerca de 15 mil delegados de quase 100 países, o Festival de Cannes é considerado um ponto de encontro global onde os profissionais de comunicação têm espaço para se conectar, compartilhar e descobrir. Distribui os Lions, considerados os prêmios mais cobiçados do mundo da criação, e ao qual concorreram este ano mais de 32 mil trabalhos que, por sua vez, são exibidos ao longo do evento. Entre os destaques desta edição despontou a demanda por uma publicidade digital eficiente, inovadora e relevante, de tal forma que possa soar como alto interessante para atrair a atenção do consumidor.

Abaixo as fake news

Com a participação de docentes da Ulbra, o Latin American Communication Monitor está realizando mais um estudo para tentar compreender o impacto das notícias falsas na comunicação corporativa. Os resultados oferecerão comparações por país e entre diferentes tipos de organizações (empresas, organizações governamentais, organizações sem fins lucrativos, agências).

Até o momento, foram coletados dados de 50 mil participantes de 80 países, e o questionário estará disponível até 30 de junho pelo link latincommunicationmonitor.com.

TÁ LIGADO

Dois dias com mais de 120 palestras, workshops, atividades e experiências simultâneas é o que promete a segunda edição do BS Festival, previsto para 1 e 2 de setembro. Idealizado por João Ramos e Wayner Bechelli e promovido pelo Black Sheep Project, o evento inclui debates sobre temas como inovações tecnológicas, empreendedorismo, educação, alimentação, diversidade de gênero e transformação industrial. Segundo os promotores, o BS Festival é um espaço no qual cada participante faz sua agenda, escolhendo os conteúdos que quiser. Mais informações em www.bsfestival.com.br

Plann, agência de inteligência e estratégia, em parceria com a Niah Eventos, promove no dia 30 o "Me Brand - O eu como marca", um workshop sobre negócios baseados em marca pessoal. Entre os painelistas estarão a sócia do hub de Comunicação Vesz, Bruna Veronezi, e a estrategista de negócios e diretora da Pann, Patrícia Carneiro. Mais informações estão disponíveis na plataforma EvenBrite.

AGÊNCIAS

PAIM assumiu a conta da Unisinos, que estava havia 20 anos com a Escala. Instituição informou que a Paim será uma parceira estratégica e atuará de forma unida com seu setor de Marketing.

PREFEITURA da Capital agiu como se agência fosse e aplicou diretamente R$ 5,5 milhões em mídia em rádio e TV. Enquanto isso, sua licitação por agência de propaganda dorme suspensa há quase quatro meses.

GENTE

Cléia Chies

Cléia Chies


COLETIVA/DIVULGAÇÃO/JC
  • A publicitária Cléia Chies assumiu como responsável pela área de prospecção e novos negócios da Humanizando Marcas, curadoria em negócios das publicitárias Arlete Bernardes e Sílvia Koch e do jornalista Antônio Bavaresco. Cléa é formada em PP e tem curso de extensão em Gestão em pessoas, administração e marketing do varejo. Atuou como executiva de Negócios na Editora Abril por 21 anos. Segundo a diretora Sílvia, a empresa combina design, identidade e branding para uma performance de vendas com mais lucratividade.
  • Mário Corá é o novo diretor comercial da agência Aceká, fundada há um ano para atuar com assessoria de comunicação e marketing digital Corá assume o cargo com a missão de ampliar as frentes de atuação, buscando novos clientes em nichos variados e potencializando a qualidade de serviços prestados às duas dezenas de empresas que integram o portfólio da Aceká. O executivo tem passagens pela M A e foi gerente de Marketing da Diferencial Corretora de Valores, além de comandar a M&M Consultoria em Marketing.

PARCEIROS

Marcelo Bacchin, Eliana Azeredo, Renê Goya Filho e Lúcio Richetti

Marcelo Bacchin, Eliana Azeredo, Renê Goya Filho e Lúcio Richetti


RAUL KREBS/DIVULGAÇÃO/JC
  • CAPACITÀ EVENTOS criou unidade independente em São Paulo. É a Capacità , que tem no comando do atendimento e produção-executiva a diretora Eliana Azeredo. Tem como parceiros nesta iniciativa o diretor criativo e artístico Marcelo Bacchin, o diretor de multimídias e audiovisual Renê Goya e o arquiteto Lúcio Richetti Soares. Segundo Eliana, a expansão para o centro do País é pautada pelo objetivo de buscar desafios e crescimento para a empresa, com forte aposta no live marketing, que cresce e ganha força como ferramenta de comunicação.

PERFIL


COLETIVA/DIVULGAÇÃO/JC
O perfil publicado nesta semana por Coletiva.net é da jornalista Viviana Macedo.

BY THE WAY...

... dom Irno reconhece com pesar: quando a economia do País vai mal, não há Seleção que salve.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia