Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 25 de janeiro de 2021.
Aniversário da cidade de São Paulo. Aniversário dos Correios e Telégrafos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 25 de janeiro de 2021.
Notícia da edição impressa de 25/01/2021.
Alterada em 25/01 às 03h00min

Grupo Troca projeta bons negócios em 2021

Delmar Albarello informa que a empresa receberá 40 veículos novos em julho

Delmar Albarello informa que a empresa receberá 40 veículos novos em julho


GRUPOTROCA/DIVULGAÇÃO/JC

O Grupo Troca, empresa gaúcha de logística corporativa, voltada a segmentos como medicamentos e insumos para a saúde, coureiro-calçadista e siderúrgicos, entre outros, projeta para este ano um crescimento no seu volume de negócios na ordem de 30% em relação a 2020. No plano de metas, também estão investimentos em sua infraestrutura própria e na aquisição de 40 novos caminhões, que deverão ser incorporados à companhia até o mês de julho deste ano, ampliando a frota atual de 200 unidades.

O Grupo Troca, empresa gaúcha de logística corporativa, voltada a segmentos como medicamentos e insumos para a saúde, coureiro-calçadista e siderúrgicos, entre outros, projeta para este ano um crescimento no seu volume de negócios na ordem de 30% em relação a 2020. No plano de metas, também estão investimentos em sua infraestrutura própria e na aquisição de 40 novos caminhões, que deverão ser incorporados à companhia até o mês de julho deste ano, ampliando a frota atual de 200 unidades.

Em março do ano passado, a empresa com quase três décadas de atividades e que hoje conta com sede em Porto Alegre e filiais no Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará, inaugurou a operação aérea para atender a todo País, completando, deste modo, a sua logística rodoviária.

No ano passado, o crescimento da empresa foi de cerca de 16% em relação a 2019. Entretanto, para a filial de Campo Bom (RS) o incremento foi maior, de 35%. Apesar do índice positivo, a região que comporta um polo industrial do setor-coureiro calçadista sofreu com a pandemia provocada pela Covid-19 e estima uma queda nacional de 25% do faturamento em 2020, de acordo com dados da Abicalçados.

Mesmo com um cenário desafiador, o crescimento da filial de Campo Bom deveu-se aos investimentos que a empresa realizou em sede própria nas margens da rodovia RS-239, em um espaço de armazenamento de 6 mil metros quadrados de área, com capacidade para crescer em um terreno de 38 mil metros quadrados. Para o diretor-presidente do Grupo Troca, Delmar Albarello, a empresa conseguiu atender aos gargalos logísticos do último semestre de 2020 e crescer porque, além de se preparar, trabalha sempre com margem de recursos, equipamentos, espaços e pessoas.

De acordo com Albarello, normalmente no setor calçadista, 40% da demanda por transporte acontece no primeiro semestre e 60%, no segundo. Entretanto, o setor travou entre março e julho de 2020, devido à pandemia da Covid-19 e muitas empresas de transportes pegaram cargas maiores do que suas capacidades para atendê-las.

"Neste momento, o Grupo Troca conseguiu atender às demandas porque se preparou e investiu. Foi um momento de ganhar novos clientes", explicou.

Há 26 anos, o grupo, composto por 450 colaboradores, coleta, transfere e entrega mercadorias no Sul e no Sudeste do Brasil. Conforme o CEO da empresa, a ideia é manter o ritmo de expansão e inaugurar, até o final deste ano, mais três unidades no interior de São Paulo.

Albarello, fundador do grupo, tem 59 anos de idade. Com 12 anos, ele começou a trabalhar em uma fábrica de carrocerias em Palmitinho (RS). O empresário chegou a atuar como motorista por um período de 10 meses, porém, em seguida, ele foi promovido a encarregado operacional. Com 19 anos, ele já era gerente da filial da empresa e, aos 35, fundou a Troca Transportes.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Osni Machado
Osni Machado
A trajetória de empresas contada com foco no que de melhor essas instituições têm a oferecer para o mercado. Produtos, serviços e novas estratégias são apresentadas todas as semanas na coluna Empresários & Cia.