Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 19 de julho de 2020.
Nelson Mandela Day.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 19 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 22/06/2020.
Alterada em 22/06 às 03h00min

País pode replicar projeto solidário de Portugal

Fernando Gaspar Barros destaca o sucesso do festival Veggie Vibes

Fernando Gaspar Barros destaca o sucesso do festival Veggie Vibes


/I94.CO/DIVULGAÇÃO/JC

Um projeto solidário português pode ter versão adaptada para o Sul do Brasil. Trata-se de ação de êxito realizada no país europeu para beneficiar dois públicos: pequenos empreendedores sustentáveis e profissionais da área da saúde que trabalham em hospitais. Ambos impactados pelos efeitos da pandemia da Covid-19.

Um projeto solidário português pode ter versão adaptada para o Sul do Brasil. Trata-se de ação de êxito realizada no país europeu para beneficiar dois públicos: pequenos empreendedores sustentáveis e profissionais da área da saúde que trabalham em hospitais. Ambos impactados pelos efeitos da pandemia da Covid-19.

"Estamos atentos ao avanço do vírus no Brasil e no impacto socioeconômico. Para viabilizar o projeto, nós precisamos chegar até aos pequenos empreendedores sustentáveis e aos grupos de beneficiários", explica o empresário português Fernando Gaspar Barros, criador da iniciativa.

O empresário conta que a ideia surgiu a partir do Festival Veggie Vibes, uma atividade de conceito simples e agregador, popular e aberto, porém, com uma oferta sustentável, vegetariana e vegana. "E isso fez com que atraísse mais de 10 mil pessoas, o que para uma cidade como Lisboa é bem considerável e com um projeto inovador. Mais de 30 expositores tiveram espaço para viabilizar as suas propostas", detalha.

O Veggie Vibes, projetado para ocorrer apenas uma vez, em Portugal, ganhou cinco edições em 2019 e apoiou, primeiramente, pessoas sem teto. Com o coronavírus, o festival parou, porém, foi repensado em conjunto com a empresa i94.Co, que desenvolveu, em 2020, versão em formato on-line, com foco solidário de apoio aos pequenos negócios sustentáveis em dificuldade e aos profissionais da área da saúde em hospitais de Norte a Sul de Portugal.

"Na última edição do evento, em dezembro de 2019, nós recolhemos roupas, agasalhos para os sem teto. Era algo que queríamos manter nas edições que iríamos desenvolver em 2020, até que apareceu o Covid-19, que nos obrigou a cancelar tudo", comenta.

Barros lembra que o festival Veggie Vibes ocorreu em um período nove meses, junto ao Mercado de Santa Clara e Jardim Botto Machado, recebendo apoio da Câmara Municipal de Lisboa e Freguesia de São Vicente. Ele foi desenvolvido em parceria com a i94.Co, empresa de inovação orientada ao design e tecnologia, com base no Brasil e em Portugal.

Em relação ao projeto no Brasil, a ação pode ser desenvolvida via parceria com a empresa i94.Co, que fez o "redesenho" do festival. A i94.Co informa que está analisando a iniciativa. A ideia é pensar soluções para vencer os impactos da pandemia.

"É um momento de união de forças e, por isso, pensamos que toda boa iniciativa deve ser compartilhada e executada. No Brasil não será diferente. E, para além dos profissionais de saúde, podemos auxiliar grupos e comunidades em situação de vulnerabilidade", explica Ariadine Varreira, CEO da i94.CO.

Contato pelo e-mail hello@i94.co e telefone (51) 3557-0094.

Comentários CORRIGIR TEXTO
Osni Machado
Osni Machado
A trajetória de empresas contada com foco no que de melhor essas instituições têm a oferecer para o mercado. Produtos, serviços e novas estratégias são apresentadas todas as semanas na coluna Empresários & Cia.