Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Dia do Amigo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 20 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 13/04/2020.
Alterada em 13/04 às 03h00min

Empresa Fruki doa água mineral para 20 hospitais

Hospital Ouro Branco, de Teutônia, recebeu  doação

Hospital Ouro Branco, de Teutônia, recebeu doação


FRUKI/DIVULGAÇÃO/JC
A empresa de Bebidas Fruki, em função da pandemia ocasionada pelo coronavírus, doou cerca de 50 mil garrafas de água mineral, destinada ao consumo da equipe interna de 20 hospitais, localizados no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. A ação é uma forma da empresa fazer uma homenagem aos profissionais da saúde, que estão trabalhando para salvar vidas.
A empresa de Bebidas Fruki, em função da pandemia ocasionada pelo coronavírus, doou cerca de 50 mil garrafas de água mineral, destinada ao consumo da equipe interna de 20 hospitais, localizados no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. A ação é uma forma da empresa fazer uma homenagem aos profissionais da saúde, que estão trabalhando para salvar vidas.
Para a diretora-presidente da Bebidas Fruki, Aline Eggers Bagatini, a empresa, além de estar comprometida com as medidas tomadas pelas autoridades da saúde em conter a pandemia, quer também contribuir com a comunidade, neste caso os profissionais da saúde. "Queremos sempre fazer parte da vida da nossa comunidade. Neste momento, desejamos muita força e serenidade aos profissionais da saúde no enfrentamento deste enorme desafio", salienta.
Sobre a produção de água mineral, a Fruki compartilhou nas suas redes sociais o comunicado da Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais (Abinam), que reforça a importância da água mineral natural como alimento indispensável neste período de coronavírus.
"Atenta às orientações dos órgãos competentes, informamos a comunidade que a produção de nossa água mineral permanece em funcionamento para que a população continue abastecida. E, reforçamos que estamos tomando todas as medidas necessárias para a segurança de nossos profissionais".
Já em relação à nova fábrica, no município gaúcho de Paverama, o cronograma foi atrasado em alguns meses. "A ideia era inaugurar no primeiro semestre de 2021, mas acreditamos que só acontecerá no segundo semestre. A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) já liberou a licença que autoriza a começar o processo de terraplanagem, que pode durar de quatro a seis meses", informa.
A nova unidade vai ter inicialmente 30 mil metros quadrados e com uma estrutura preparada para expandir para 45 mil metros quadrados de área. Em Lajeado, atualmente, são 25 mil metros quadrados de área. "A fábrica irá produzir a cerveja Bellavista e o energético Elev, que hoje é produzido fora do Estado do Rio Grande do Sul. A terraplanagem só irá começar depois que baixar a pandemia. Após a terraplanagem, a construção iniciará."
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Osni Machado
Osni Machado
A trajetória de empresas contada com foco no que de melhor essas instituições têm a oferecer para o mercado. Produtos, serviços e novas estratégias são apresentadas todas as semanas na coluna Empresários & Cia.