Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 21 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 02/03/2020.
Alterada em 02/03 às 03h00min

Salton reforça presença nos Estados Unidos

Vinícola fecha negociação com rede norte-americana

Vinícola fecha negociação com rede norte-americana


FABIANO MAZZOTI/DIVULGAÇÃO/JC
A Vinícola Salton fechou negociação de um novo espumante desenvolvido especialmente para os Estados Unidos: um moscato rosé, produto que dá sequência ao projeto Alma, rótulo criado com exclusividade para a Total Wine and More, uma das maiores redes varejistas de bebida do país, com 205 lojas espalhadas em 24 estados americanos. Serão 72 mil garrafas, previstas para saírem do Brasil no mês de maio.
A Vinícola Salton fechou negociação de um novo espumante desenvolvido especialmente para os Estados Unidos: um moscato rosé, produto que dá sequência ao projeto Alma, rótulo criado com exclusividade para a Total Wine and More, uma das maiores redes varejistas de bebida do país, com 205 lojas espalhadas em 24 estados americanos. Serão 72 mil garrafas, previstas para saírem do Brasil no mês de maio.
"A parceria com a Total Wine and More estreou em janeiro de 2019 e, ao longo do ano, produzimos para a rede 500 mil garrafas de espumante demi-sec e brut, este também na garrafa magnum - com 1,5 litros - sob o rótulo Alma", diz Cesar Baldasso, gerente de Comércio Exterior da Salton.
"A parceria agora gira em torno deste moscato rosé, um espumante mais doce, mas já iniciamos conversas sobre outros vinhos", acrescenta.
Foi com a exportação que a Vinícola Salton viu seus números crescerem exponencialmente recentemente. Diante dos esforços concentrados nessa atividade, as vendas ao exterior dispararam no último ano, com aumento de 243% em relação a 2018 - foram comercializadas cerca de 900 mil garrafas entre espumantes e vinhos finos.
A estimativa é de um crescimento de 30% em 2020 e de atingir, no horizonte de 3 anos, 10% de seu faturamento com o mercado externo, cujos parceiros principais são Estados Unidos, Europa e China.
O reconhecimento em premiações internacionais, como a "Sakura" Japan Women's Wine Awards 2020, onde recebeu, em fevereiro deste ano, medalha de ouro por seu tinto Salton Intenso Marselan, além da Effervescents Du Monde, na França, e a Sommerliers Choice Awards, nos Estados Unidos, no ano passado, reforçam a confiança dos especialistas estrangeiros na marca.
Visando novos negócios e consequente aumento no faturamento, a Salton participa neste mês de março de seis importantes eventos fora do Brasil, entre eles Prowein Dusseldorf, na Alemanha, e Cfdf Chengdu, na China. A Vinícola Salton também deve colocar em prática ainda este ano a abertura de escritórios nos Estados Unidos e no Uruguai, além da contratação de um Brand Ambassador na China.
Em 2019, a Salton foi a marca nº 1 de vinhos no Brasil, segundo a pesquisa da Wine Intelligence Top Brands. Foi a primeira vez que uma marca nacional alcançou tal posição.
"Espumantes e vinhos vêm trazendo, ano após ano, medalhas e destaques em renomados concursos internacionais, validando a qualidade dos produtos perante o público especializado. No Brasil, conquistamos esse ano o reconhecimento com a melhor amostra de vinho base para espumante da safra, na Avaliação Nacional de Vinhos, organizada pela Associação Brasileira de Enologia", destaca Mauricio Salton, diretor-presidente da empresa.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Osni Machado
Osni Machado
A trajetória de empresas contada com foco no que de melhor essas instituições têm a oferecer para o mercado. Produtos, serviços e novas estratégias são apresentadas todas as semanas na coluna Empresários & Cia.