Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 22 de julho de 2020.
Notícia da edição impressa de 20/01/2020.
Alterada em 20/01 às 03h00min

Batéia Joias faz 38 anos liderando o mercado

Jonatã, Valter e Gabriel Ocampo administram os negócios

Jonatã, Valter e Gabriel Ocampo administram os negócios


/Osni Machado-Divulgação-JC
A Batéia Comércio de Joias lidera em seu segmento de mercado. A empresa familiar completa 38 anos em 2020, com uma trajetória irretocável. Ela atua de modo diferenciado, fazendo propaganda por intermédio de veículos de comunicação confiáveis, o que lhe permite negociação com um público seleto.
A Batéia Comércio de Joias lidera em seu segmento de mercado. A empresa familiar completa 38 anos em 2020, com uma trajetória irretocável. Ela atua de modo diferenciado, fazendo propaganda por intermédio de veículos de comunicação confiáveis, o que lhe permite negociação com um público seleto.
"Diferente desta realidade, o que se vê nas ruas são 'plaqueiros' e o receio das pessoas em trazerem as suas peças para o Centro. O medo também de serem orientadas a andar por lugares que nem sabem aonde estão indo", diz Valter Ocampo, proprietário da Batéia Joias.
De acordo com Ocampo, a Batéia Joias conquistou o respeito do mercado por suas ações, alicerçadas na ética, sigilo e segurança com os clientes. Para tanto, conta com profissionais qualificados que fazem a avaliação em um ambiente seguro. "A avaliação é feita e na frente do cliente, tirando todas as dúvidas no momento da análise das peças", explica.
O empresário diz que, eventualmente, a Batéia Joias participa de leilões e acrescenta que, por outro lado, há uma participação ativa na compra de cautelas da Caixa Econômica Federal. "(Aquelas) pessoas que não conseguem fazer o resgate dos bens junto à Caixa, (quer seja por impossibilidade); nós as avaliamos e as resgatamos", detalha .
Outro destaque, segundo ele, é a possibilidade de o cliente reproduzir, em 3D, um projeto de joia ou, em outros casos, recriá-la a partir de imagens, atendendo, por exemplo, a um apego sentimental. Por intermédio de diversos fornecedores pode-se utilizar a tecnologia de impressão 3D e fazer molde em cera para fabricação de uma peça. Deste modo, a empresa também faz comercialização.
Ocampo comenta outra possibilidade de negócios; dependendo da necessidade do cliente, a Batéia Joias encaminha um de seus profissionais até o local (empresa ou residência) para avaliação. "Compramos correntes, anéis, pulseiras, brincos, joias antigas e modernas, brilhantes, moedas de ouro, peças de ouro, platina e pratas em geral", lista. A empresa também compra relógios das marcas Rolex, Patek Philipe, Montblanc e outras marcas famosas. Ocampo informa que, ao seu lado, trabalham os seus filhos Jonatã e Gabriel, sucessores nos negócios. Além deles, o seu sobrinho Alexsander Oliveira também atua na empresa.
Jonatã explica que a empresa fornece matéria-prima (ouro) para fábricas e joalherias e assim é possível obter um preço menor. "A pessoa chega aqui com uma ideia e nós fazemos orçamento", acrescenta
Informações adicionais: a Batéia Joias localiza-se na Rua dos Andradas, 1.560, no 9º andar, sala 903 da Galeria Malcon, em Porto Alegre. Site: www.bateiajoias.com.br; E-mail: [email protected] 
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Osni Machado
Osni Machado
A trajetória de empresas contada com foco no que de melhor essas instituições têm a oferecer para o mercado. Produtos, serviços e novas estratégias são apresentadas todas as semanas na coluna Empresários & Cia.