Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 11/11/2019.
Alterada em 10/11 às 21h40min
COMENTAR | CORRIGIR

Chimarrão para a China

GUILHERME KOLLING/ESPECIAL/JC
A aposta em novos produtos para o consumo do mercado interno chinês levou a erva-mate ao estande do Brasil na feira de importações de Xangai, na China. Mas o produto não é gaúcho - trata-se da erva Triunfo, de São José do Triunfo (PR). O interessante é que, ao invés de provar o mate, a maioria dos chineses cheirava a erva no chimarrão. Ou levantava a bomba, achando que era um talher para comer o mate. Leia a matéria aqui.
A aposta em novos produtos para o consumo do mercado interno chinês levou a erva-mate ao estande do Brasil na feira de importações de Xangai, na China. Mas o produto não é gaúcho - trata-se da erva Triunfo, de São José do Triunfo (PR). O interessante é que, ao invés de provar o mate, a maioria dos chineses cheirava a erva no chimarrão. Ou levantava a bomba, achando que era um talher para comer o mate. Leia a matéria aqui.

Porteira aberta

Por escore mais apertado que rato em guampa, a decisão sobre segunda instância do STF remete a outra expressão campeira: aberta a porteira, lá se vai o boi com corda e tudo. Também lembra uma máxima do Barão de Itararé: de onde menos se espera, dali mesmo que não sai nada.

Minha vida em cana

Agora mesmo o ex-presidente Lula vai faturar uma nota dando palestras. E para aumentar ainda mais seu saldo bancário, poderá escrever um livro sobre o dia a dia em que viu o sol nascer quadrado. Sucesso garantido. Em tempo: Lula livre é um alívio para a Polícia Federal. Era muita RESPONSA, como diz o povo.

A festa dos 10 e dos 100

A CMPC terá uma gloria semana para comemorar 100 anos de fundação no Chile e 10 anos de presença no Brasil, em Guaíba. Além de uma série de promoções para os públicos interno e externo, nesta terça-feira, às 14h, o Grande Expediente da Assembleia será dedicado à efeméride, proposição do deputado Frederico Antunes (PP).

Por falar em CMPC...

...uma das particularidades da fábrica de celulose Guaíba é que ela não só gasta zero de energia elétrica como também vende o excedente, graças à queima de parte da madeira de eucalipto gerando vapor para gerar energia.

Criança cooperativada

Nesta segunda-feira, 25 crianças e jovens irão fundar a PQNACoop, a cooperativa escolar da Pequena Casa da Criança, ONG que realiza projetos e programas com crianças, jovens, idosos e famílias de baixa renda. Na assembleia de fundação, serão eleitos presidente, vice-presidente e conselheiros. A PQNACoop é resultado de uma parceria entre Pequena Casa da Criança e Sicredi União Metropolitana RS. O evento será às 14h30min, na rua Mário Aragão, 13, Partenon.

O bicho não vai pegar

Imagina a seguinte cena: um criminoso foge da prisão e, em seu encalço, vai um policial, que o derruba no chão. Antes que ele pudesse algemá-lo, o lalau grita: "Alto lá! Ainda não transitei em julgado".

Querida, encolhi as avenidas I

O trânsito de Porto Alegre, na semana passada, estava pavoroso. A EPTC pintou o 7, quer dizer, pintou faixas de ônibus em várias avenidas. Os carros agora estão espremidos em duas faixas, o resto é faixa de ônibus e ciclovia. A Goethe ficou de uma finura impressionante, sem contar a plantação de sinaleiras.

Querida, encolhi as avenidas II

Dizem que os técnicos sustentam essa síndrome de estreitamento esgrimindo os efeitos de impedância. Originalmente usada na eletricidade. Para ir direto ao assunto, partem da premissa que, com três faixas, os motoristas as costuram; com apenas duas, ficam na trilha como se ovelhas fossem.

Jesus salvava

Essa história de carro pegar fogo já foi muito pior. Nos tempos do carburador, era comum, especialmente em motores refrigerados a ar. Caso do Fusca e da Kombi, especialmente essa. Como o tanque de combustível ficava perto do cofre do motor, um superaquecimento bastava. A Kombi é um paradoxo. Como não tinha quase nada de proteção frontal, era chamada de "Jesus me chama". Mas deixou saudade. Pela mecânica simples, ela é quase imorrível.

Academia de Medicina

Acontece dia 22, às 19h30min, no British Club, a posse de novos acadêmicos na Academia Sul-Rio-Grandense de Medicina e a titulação de Membro Honorário ao médico Dakir Lourenço Duarte e a outorga do Prêmio 2019 da entidade ao psiquiatra Flávio Kapczinsk. Ao lado dos novos acadêmicos Antônio Nocchi Kalil e Heitor Hentschel, será empossado também Rogério Gomes Sarmento Leite, bisneto do histórico doutor Eduardo Sarmento Leite.

Pré-loterias

Doutor Guedes, a gente que faz sempre uma fezinha nas Loterias da Caixa pergunta se o senhor quer compensar a perda de dólares do pré-sal dando essa paulada no preço das apostas? Uma Mega a R$ 4,50, qual é?

Miúdas

  • BOM, se prisão só após todos os recursos, presume-se que a perda de direitos políticos também seja suspensa até lá.
  • PRIMEIRO veio a Black Friday: na sequência, criaram o Black November. Não demora e virá o Black Year.
  • DEPOIS de algum tempo, e sem apelo promocional, alguma entidade lojista vai criar de novo o Black Friday. Fiat lux!
  • A MAIORIA das pomposas "cartas abertas" ninguém lê. Melhor mandar cartas fechadas, mesmo.
  • GRAMADO vai festejar os 65 anos de emancipação com 65 bolinhos em vez de um bolão pra mais de metro. Haja fôlego para apagar tanta velinha.
  • CRIANÇA! Não verás país nenhum como este. (Poema de Olavo Bilac). E não é que o cara tinha razão.
     

Finais

SEMINÁRIO Modelo de Produção Alemão debate a inteligência artificial machine learning e temas correlatos dia 13, a partir das 14h30min, na avenida Padre Cacique, 320. TRF-4 alerta para tentativa de fraude eletrônica por meio do envio de e-mails falsos envolvendo o nome da instituição. Fuja que é fria.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia