Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de setembro de 2018.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Edição impressa de 04/09/2018. Alterada em 04/09 às 17h08min

Onde estão os Wallys?

MARIA LÚCIA SAMPAIO/DIVULGAÇÃO/JC
O cartunista Sampaio, irmão do também artista SamPaulo, fazia muito sucesso em décadas passadas com suas obras que poderiam remeter ao famoso Wally. Entre os inúmeros personagens se observava sempre sua filha Maria Lúcia (de franjas), o homenzinho fazendo xixi, a folha de samambaia e seu autorretrato. Pois Maria Lúcia está lançando o livro "Ria por favor" com os cartuns do pai. O lançamento será amanhã, às 18h, no Baden Cafés Especiais (Jerônimo de Ornellas, 431, em Porto Alegre).

Contra-ataque do campo

O ataque contra a Farsul desferido pela candidata a vice de Ciro Gomes (PDT) mereceu o seguinte comentário do advogado e produtor rural Nestor Hein: "Kátia Abreu é capaz. Capaz de tudo! Como fenômeno político, seria capaz de servir, ao mesmo tempo, a Pinochet e a Maduro. Depende do cenário e da conveniência".

Não é bem assim I

Do alto dos 30 anos em que dirigiu o Ibope e hoje toca seu próprio instituto de pesquisas (IRP), Domício Torres diz que programa eleitoral em rádio e televisão por si só não muda voto, porque os telespectadores saem da sala. O que pode mudar são as inserções avulsas, que surpreendem o eleitor. É aí que entra a necessidade de se produzir uma propaganda bem feita.

Não é bem assim II

Existe ainda um outro obstáculo para os programas eleitorais, a alternativa de mudar para a TV paga. Antes dela, não havia esta opção, era só a televisão aberta que se tinha para ver. Agora, quando começa o horário eleitoral, e é só mudar de canal. Por isso, o especialista destaca a importância das inserções, especialmente se for dito algo incomum ou que chame a atenção do eleitor.

O santos do aguaceiro

Por esta época, historicamente o Rio Grande do Sul está sujeito a duas enchentes com nomes de santos. Dia 23 passado comemorou-se o Dia de Santa Rosa, e começou a baldear. A mais conhecida é a enchente de São Miguel Arcanjo, dia 29 de setembro. Às vezes as duas emendam. Tomara que não seja o caso agora.

A praça

Reina grande expectativa em Quaraí sobre a decisão da Justiça referente a um rumoroso, polêmico e longo caso que envolve a suposta ocupação de uma praça da cidade.

Desperdício na campanha

Sem ter tanto dinheiro quanto nas outras campanhas eleitorais, apenas algumas práticas se mantêm. A distribuição de santinhos é uma delas. Acontece que há casos em que o cabo eleitoral encarregado da distribuição deixa cinco, às vezes, 10 exemplares em uma mesma caixa de correspondência. Ele tem sua meta de entrega e a cumpriu, ainda que usando um atalho. Convém lembrar que o preço do santinho está pela hora da morte.

Agora é cinzas

A lém do mico mundial que pagamos com o incêndio que destruiu o Museu Nacional no Rio de Janeiro, ainda temos que lamentar a exploração político-eleitoreira em torno do desastre. E claro que agora os profetas do passado fazem deduções a distância. O certo é que a imprensa já havia feito o alerta sobre o abandono do museu. A UFRJ tinha verba própria para cuidar do casarão.

Miúdas

  • PORTA arrombada, tranca de ferro. Polícia Federal abre inquérito sobre o incêndio do museu.
  • TINHA é que abrir inquérito antes, quando já fica patente que a má conservação dá chance ao azar.
  • NOSSO Museu Júlio de Castilhos, como anda de saúde? Está tudo certinho com ele, incluindo PCCI?
  • TRENSURB transportou 1,3 milhão de pessoas durante o período da Expointer, incremento de 9,3%.

Finais

  • GLOBAL assina a segunda fase da campanha institucional do Sebrae-RS, reforçando o novo posicionamento da organização.
  • INDICAÇÕES tanto dos votos popular quanto profissional para o 19º Prêmio Press já começaram.
  • VITOR Augusto Koch presidente da FCDL-RS, recebeu o Prêmio Mérito em Administração do Conselho Regional de Administração (CRA-RS).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
SERGIO 04/09/2018 10h27min
Desperdício na campanha - Próximo ao mercado público, estão entregando "santinhos" com bonés de cabeça de cachorro. O slogan é "cuidaremos do seu pet". Fiz um comentário para a menina que estava entregando "quem vai cuidar das pessoas?", ela tinha a resposta na ponta da língua "ha, os outros". Esse é o nível dos candidatos. Viva o Rio Grande do Sul.