Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021.
17/02/2021 - 16h03min.
Alterada em 17/02 às 16h03min

Primeiro ônibus a gás para fretamento rodará no Rio Grande do Sul

Cilindros de GNV são feitos com material de ogivas de mísseis para maior resistência a impactos

Cilindros de GNV são feitos com material de ogivas de mísseis para maior resistência a impactos


SCANIA/DIVULGAÇÃO/JC
Scania, Gerdau, Turis Silva e Marcopolo são parceiras na iniciativa que colocará em operação o primeiro ônibus rodoviário do Brasil movido a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano para fretamento. O veículo fará o transporte de colaboradores da usina de aços especiais da Gerdau, localizada em Charqueadas (RS), ainda neste primeiro quadrimestre - faltam os últimos detalhes do processo de certificação e homologação para a autorização de rodagem.
Scania, Gerdau, Turis Silva e Marcopolo são parceiras na iniciativa que colocará em operação o primeiro ônibus rodoviário do Brasil movido a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano para fretamento. O veículo fará o transporte de colaboradores da usina de aços especiais da Gerdau, localizada em Charqueadas (RS), ainda neste primeiro quadrimestre - faltam os últimos detalhes do processo de certificação e homologação para a autorização de rodagem.
“O planeta e a sociedade estão clamando por alternativas ao diesel e esta tecnologia é a ideal para a realidade do mercado brasileiro. Temos certeza absoluta de que é o primeiro de muitos”, afirma Fábio D´Angelo, gerente de vendas da Scania no País.
A operação de fretamento contínuo, sob responsabilidade da Turis Silva Transportes, será sob contrato de demonstração na rota Porto Alegre-Charqueadas-São Jerônimo, perfazendo uma distância diária de 190 quilômetros. O chassi Scania K 320 4x2 tem propulsor traseiro de 320 cv de potência, projetado para funcionar com 100% de gás e biometano ou misturas de ambos.
Capaz de transportar 44 passageiros, o ônibus oferece desempenho consistente e força semelhante ao do similar movido a diesel, além de ser mais silencioso. O veículo conta com oito cilindros de GNV instalados na lateral dianteira, que garantem uma autonomia de até 300 quilômetros.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Vinicius Ferlauto
Vinicius Ferlauto
Acompanhe as informações do setor automotivo: lançamentos de veículos, inovações tecnológicas, investimentos industriais, ações de mercado, energias alternativas e o futuro da mobilidade. Tudo isso e mais em Automotor. Acelere comigo!