Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de julho de 2020.
Dia do Despachante.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 27 de julho de 2020.
27/07/2020 - 16h00min.
Alterada em 27/07 às 17h50min

Transferência eletrônica de veículos está em testes

Digitalização deverá por fim a um tempo médio de 15 dias dos trâmites burocráticos atuais

Digitalização deverá por fim a um tempo médio de 15 dias dos trâmites burocráticos atuais


SERPRO/DIVULGAÇÃO/JC
Um sistema que permite transferir veículos de forma eletrônica e com segurança vem sendo testado por concessionárias e revendedoras de Santa Catarina. A tecnologia foi desenvolvida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).
Um sistema que permite transferir veículos de forma eletrônica e com segurança vem sendo testado por concessionárias e revendedoras de Santa Catarina. A tecnologia foi desenvolvida pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).
O projeto-piloto do Registro Nacional de Veículos em Estoque, ou Renave, será expandido em breve para os estados do Espírito Santo, Goiás, Rio Grande do Sul e São Paulo. A previsão é de que, já em setembro próximo, esteja funcionando em todo o Brasil.
Com o Renave, a empresa que comercializa veículos usados pode efetuar o registro de entrada e saída diretamente no órgão de trânsito responsável pelo licenciamento, comprovando, ela mesma, a transferência e reduzindo a burocracia. “É o fim de uma espera que demora, em média, 15 dias para o proprietário e, também, do costume informal e não recomendável da entrega do DUT em branco”, comenta o diretor-geral do Denatran, Frederico Carneiro.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Vinicius Ferlauto
Vinicius Ferlauto
Acompanhe as informações do setor automotivo: lançamentos de veículos, inovações tecnológicas, investimentos industriais, ações de mercado, energias alternativas e o futuro da mobilidade. Tudo isso e mais em Automotor. Acelere comigo!