Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Entrevista

- Publicada em 03h30min, 17/09/2019. Atualizada em 03h00min, 17/09/2019.

Startup gaúcha cria App para contratar advogados

Para Daniel Lermen, aplicativo amplia possibilidades de trabalho

Para Daniel Lermen, aplicativo amplia possibilidades de trabalho


AGÊNCIA IMPULSO/DIVULGAÇÃO/JC
Gabriela Porto Alegre
Atualmente, mais de 13 milhões de brasileiros estão desempregados, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pensando nesse número bastante expressivo, a startup Comarca criou uma solução inovadora para suprir uma parcela do mercado de trabalho focado na área do Direito. A "Comarca App" é uma ferramenta voltada para a contração de advogados e prepostos para audiências. Em entrevista ao Jornal da Lei, Daniel Moraes Lermen, sócio investidor da Comarca, empresário e engenheiro de Sistemas Digitais, explicou o que é a ferramenta e como ela funciona.
Atualmente, mais de 13 milhões de brasileiros estão desempregados, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pensando nesse número bastante expressivo, a startup Comarca criou uma solução inovadora para suprir uma parcela do mercado de trabalho focado na área do Direito. A "Comarca App" é uma ferramenta voltada para a contração de advogados e prepostos para audiências. Em entrevista ao Jornal da Lei, Daniel Moraes Lermen, sócio investidor da Comarca, empresário e engenheiro de Sistemas Digitais, explicou o que é a ferramenta e como ela funciona.
Jornal da Lei - Como surgiu a ideia de criar esse aplicativo pioneiro no Rio Grande do Sul?
Daniel Moraes Lermen - Tenho uma empresa de Tecnologia da Informação (TI) desde 2008 e acabei especializando o atendimento mais nessa área do Direito, justamente por nossos clientes serem, em maioria, jurídicos. Conversando com alguns clientes percebi essa necessidade de ter uma ferramenta especializada. Eles sempre perguntavam se nós não sabíamos de locais para contratar advogados ou prepostos no Interior do estado, até que um cliente mais antigo levantou a possibilidade de desenvolver alguma coisa voltada para isso. A partir de então nós começamos a conversar, fazer reuniões e surgiu essa ideia, que foi se adaptando conforme a necessidade de mudança. Depois de algumas alterações na lei trabalhista, quando o preposto não precisava mais ser funcionário da empresa, foi se modificando um pouco a ideia central, para poder incluí-los também na iniciativa.
JL - Como funciona esse App?
Lermen - O aplicativo Comarca funciona basicamente para encontrar profissionais que possam atender demandas de audiência. O problema inicial que a gente tinha era de um advogado que atua com escritório em Porto Alegre e tem uma audiência em Uruguaiana, por exemplo, a mais ou menos 700 quilômetros da Capital. Para esse advogado não precisar de deslocar, sair da sua localidade e perder quase nove horas viajando para fazer uma audiência e voltar, o aplicativo oferece a possibilidade de contratar um correspondente, também advogado, que more ou tenha escritório na região para atender à demanda deste processo. Antes, se um advogado queria contratar um correspondente, não existia um lugar ou uma plataforma para que ele pudesse fazer o cadastro e encontrar esse profissional. Os escritórios tinham que ligar e pedir indicações em um outro escritório e aí não se sabia quem atenderia tal demanda, se um estagiário, um outro parceiro ou qual profissional. A ideia da Comarca então foi de criar um cadastro qualificado. A nossa principal preocupação é com a facilidade, a agilidade e a segurança dos nossos cadastrados. Por esse motivo, pedimos vários documentos, como certidão negativa da OAB, currículo, etc. É uma rede auto qualificada em que os profissionais também vão se qualificar e aí o contratante vai poder escolher por capacidade técnica, por qualidade. Enfim, vai ter uma base melhor para escolher esse profissional correspondente. Com o App, por exemplo, se a pessoa tiver uma audiência em Uruguaiana, ela seleciona essa comarca e o aplicativo mapeará os fóruns e varas para então selecionar qual é o nível de busca que deseja para o profissional que irá contratar. O aplicativo vai mostrar todos os advogados aptos a cumprirem aquela audiência, aí a pessoa faz o convite e quando ele aceitar, entrará em contato para acertar questões mais burocráticas, como os honorários.
JL - E além de proporcionar essa facilidade aos advogados, quais são as outras vantagens do App? 
Lermen - Uma outra vantagem bem interessante é que o advogado contratante pode verificar o check-in do contratado. Com isso, no dia da audiência, três horas antes, o contratante pode solicitar que o advogado correspondente faça o check-in no fórum ou na vara de origem da audiência. O contratado só vai conseguir fazer esse check-in se estiver a um quilômetro da Vara. Isso dá uma segurança maior ao contratante porque, às vezes, essas audiências são marcadas com alguns meses de antecedência, então ele consegue se certificar que o contratado está lá para cumprir com o combinado. 
JL - De que forma o senhor avalia a importância dessa ferramenta? Os estudantes de Direito também podem se cadastrar? 
Lermen - O aplicativo é de suma importância principalmente para quem está tentando se inserir no mercado de trabalho, como os estudantes que estão pegando a OAB. Vejo como uma oportunidade porque, hoje em dia, muitos escritórios pedem experiência e, com o App, o pessoal já pode se cadastrar como preposto, que não é necessário possuir a OAB, para já ter uma experiência. Depois, já com a OAB, o estudante se cadastra como advogado, podendo, inclusive, fazer as audiências. Recentemente, a OAB lançou uma tabela de preços para que os novos advogados saibam precificar seu trabalho. Acredito que o App amplia oportunidades, principalmente para esses estudantes.
Comentários CORRIGIR TEXTO