Porto Alegre, terça-feira, 19 de outubro de 2021.
Dia do Profissional de Informática. Dia da Inovação.
Porto Alegre,
terça-feira, 19 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Crédito

- Publicada em 19/10/2021 às 13h07min.

Programa do BRDE para mulheres já ultrapassa R$ 106 milhões em contratos

Banco liberou 430 pedidos nos três Estados do Sul, beneficiando empreendedoras de todos os portes

Banco liberou 430 pedidos nos três Estados do Sul, beneficiando empreendedoras de todos os portes


YANALYA/FREEPIK/DIVULGAÇÃO/JC
Lançado há seis meses pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), o programa de crédito especifico para mulheres empreendedoras já superou a marca de R$ 106 milhões de operações aprovadas. Nesse período, o banco liberou 430 pedidos nos três Estados do Sul, beneficiando empresas de todos os portes. Apenas no Rio Grande do Sul, o BRDE contabiliza R$ 43 milhões em financiamentos autorizados, em especial para os setores do comércio e serviços.
Lançado há seis meses pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), o programa de crédito especifico para mulheres empreendedoras já superou a marca de R$ 106 milhões de operações aprovadas. Nesse período, o banco liberou 430 pedidos nos três Estados do Sul, beneficiando empresas de todos os portes. Apenas no Rio Grande do Sul, o BRDE contabiliza R$ 43 milhões em financiamentos autorizados, em especial para os setores do comércio e serviços.
"O resultado demonstra que as mulheres são participantes ativas da comunidade de negócios e oferecem relevante contribuição para o desenvolvimento da região. O programa traz impactos econômicos e sociais, reduz a desigualdade no acesso ao crédito, uma meta dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Apoiar o empreendedorismo das mulheres significa inserção social, mais riqueza e renda para o Sul.", afirma a diretora-presidente do BRDE, Leany Lemos.
Com a finalidade de apoiar empresas que tenham mulheres no comando (ou com mínimo de 40% de sócias) e produtoras rurais, o BRDE Empreendedoras do Sul oferece financiamento para investimentos fixos e capital de giro.
Além de criar um produto específico para as mulheres, internamente a instituição atua de maneira objetiva em favor da diversidade na sua governança. Há poucos dias, o BRDE se tornou o primeiro banco de fomento do país a receber o selo Women On Board, conferido a companhias com no mínimo duas mulheres com assento no Conselho de Administração. Pouco mais de 60 empresas do Brasil têm esse reconhecimento por estimular o aumento de participação das mulheres em cargos de liderança e conselhos. A instituição reúne três mulheres no Conselho de Administração.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO