Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Opinião

- Publicada em 03h00min, 26/08/2020. Atualizada em 14h06min, 27/08/2020.

Voluntariado: expressão de amor e cidadania!

Gerson Luis dos Santos é coordenador da Comissão de Estudos do Voluntariado do CRCRS

Gerson Luis dos Santos é coordenador da Comissão de Estudos do Voluntariado do CRCRS


COMUNICAÇÃO CRCRS/DIVULGAÇÃO/JC
Gerson Luis dos Santos
Dia 28 de agosto, comemora-se o Dia Nacional do Voluntariado. Parabéns aos abnegados voluntários que dedicam um momento para realizar o bem. Aqui, faço uma referência especial à classe contábil, que tem se engajado em ações filantrópicas, demonstrando o amplo entendimento do significado da palavra "voluntariado".
Dia 28 de agosto, comemora-se o Dia Nacional do Voluntariado. Parabéns aos abnegados voluntários que dedicam um momento para realizar o bem. Aqui, faço uma referência especial à classe contábil, que tem se engajado em ações filantrópicas, demonstrando o amplo entendimento do significado da palavra "voluntariado".
Sabemos que nossas iniciativas de cunho social trazem benefícios à comunidade, porém, é sabido que o proveito maior é daquele que produz atos de amor, fraternidade e solidariedade. As ações voluntárias são libertadoras e transformadoras. Liberta a quem pratica, do seu eu, do seu egocentrismo, e transforma o outro, oportunizando uma mudança social e uma vida mais digna.
No ano passado, a união dos clubes de futebol de Porto Alegre, Grêmio e Internacional, em torno de um objetivo solidário chamou a atenção do Rio Grande do Sul e do Brasil, sensibilizando os torcedores e a comunidade por uma causa maior: arrecadar doações e distribuir aos mais necessitados. O Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRCRS) também se engajou na campanha e fez a doação dos alimentos e produtos de higiene pessoal, arrecadados nos eventos realizados pelo Conselho que, como ingresso, solicita aos profissionais da contabilidade donativos. Além disso, teve a colaboração das delegacias regionais do CRCRS, que promovem continuamente ações solidárias em suas regiões.
Um fato interessante ocorreu no momento da entrega. Um dos voluntários que estava recepcionando as doações, ao saber que a entrega partiu do CRCRS, apresentou-se como contador e relatou a sua felicidade ao presenciar a entidade, a qual pertence, participando de atos de solidariedade.
Essa e outras histórias poderiam ser contadas, de tantas ações que através da participação dos colegas da contabilidade, muitas vezes, de forma anônima colaboram com o seu tempo, habilidades e conhecimento em prol de uma causa maior: buscar incessantemente a justiça social e o resgate da dignidade humana.
O CRCRS agrega mais de 330 profissionais da contabilidade, entre contadores e técnicos contábeis, que atuam de forma voluntária e não remunerada nas funções de conselheiros, membros de comissões de estudos e delegados regionais por todo o RS. Aliás, não é de hoje que o voluntariado é assunto relevante para o Sistema CFC/CRCs. Em 2008, foi criado o Programa de Voluntariado da Classe Contábil- PVCC. Neste ano, no comando da presidente Ana Tércia, o CRCRS instituiu, a Comissão de Estudos do Voluntariado, com objetivos de conhecer os profissionais contábeis, oportunizar campos de ações voluntárias, continuar a parceria com o Conselho Federal de Contabilidade, através do PVCC, participando em diversas frentes: Rede Nacional de Cidadania Fiscal - Observatórios Sociais, Educação Financeira, Doações ao Funcriança e Fundo do Idoso e ações Locais de Voluntariado.
Caro leitor, esse é o grande desafio. É importante se sentir pertencente a esse relevante trabalho de voluntariado, postular o crescimento de uma nova cultura social que requer tempo, vontade e mudanças significativas no comportamento humano. Precisamos exercitar a cidadania, disseminar reflexões éticas, estimular o voluntariado para construirmos uma sociedade mais equânime e democrática, sem discriminação e com drástica redução das desigualdades sociais.
Continuemos, colegas contábeis, a exercer nossas atividades profissionais com êxito e dedicação, reservando algumas horas para praticar o voluntariado. Fortalecendo os motivos que nos levam ao exercício voluntário: solidariedade, amor ao próximo, se sentir útil, pertencimento, fazer a diferença e nunca desistir de oportunizar ao outro a dignidade humana.
coordenador da Comissão de Estudos do Voluntariado do CRCRS
Comentários CORRIGIR TEXTO