Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Opinião

- Publicada em 03h22min, 21/08/2019. Atualizada em 03h00min, 21/08/2019.

Certificação digital em favor de trabalhadores e empresas

Leonardo Gonçalves
Foi um avanço significativo a Portaria nº 211, de 11 de abril de 2019, do Ministério da Economia, que instituiu a geração, assinatura e arquivamento digitais de numerosos documentos relativos à segurança e à saúde do trabalho. A condição essencial para a validade jurídica e legal de todos esses atos eletrônicos é o Certificado Digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).
Foi um avanço significativo a Portaria nº 211, de 11 de abril de 2019, do Ministério da Economia, que instituiu a geração, assinatura e arquivamento digitais de numerosos documentos relativos à segurança e à saúde do trabalho. A condição essencial para a validade jurídica e legal de todos esses atos eletrônicos é o Certificado Digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).
É importante compreender os benefícios propiciados pela nova regulamentação. O primeiro é o fato de que os processos, que anteriormente contavam com um tempo de tramitação mais demorado, passarão, a partir da vigência da nova portaria, a ser resolvidos de modo muito mais prático, agilizando procedimentos importantes para empresas e trabalhadores, com redução de burocracia. É importante destacar, também, a questão da segurança, já que se prevê uma expressiva redução de fraudes e emissões de documentos falsos. Outro relevante valor agregado em todo esse processo é a economia, pois haverá menos gastos com papel, impressão, transporte e o armazenamento de arquivos físicos.
A Portaria nº 211 significa um relevante benefício para as empresas e os trabalhadores, considerando a extensa lista de documentos que passam a ser gerados e assinados digitalmente: Programa de Controle de Médico de Saúde Ocupacional - PCMSO, Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA, Programa de Gerenciamento de Riscos - PGR, Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Civil - PCMAT, Programa de Proteção Respiratória - PPR, Atestado de Saúde Ocupacional - ASO, Programa de Gestão de Segurança, Saúde e Meio Ambiente do Trabalhador Rural - PGSSMTR, Análise Ergonômica do Trabalho - AET, Plano de Proteção Radiológica - PRR e Plano de Prevenção de Riscos de Acidentes com Materiais Perfurocortantes.
Ainda em benefício dos trabalhadores e empresas brasileiras, poderão ser emitidos eletronicamente os certificados ou comprovantes de capacitações contidas nas Normas Regulamentadoras e laudos que fundamentam todos os documentos listados anteriormente - a exemplo dos pertinentes à insalubridade e periculosidade. Trata-se, portanto, de um passo expressivo no tocante à desburocratização da máquina pública, simplificação de sistemas e mais eficácia na interação do Estado e o setor privado. São avanços importantes no que diz respeito à modernização do País e ao desenvolvimento.
A tendência é que cada vez mais documentos sejam assinados e processos tramitados no meio digital, de maneira que se elimine a burocracia e se agreguem praticidade, agilidade, sustentabilidade e economia às relações entre sociedade e governo, empresas e cidadãos. E neste cenário a tecnologia da Certificação Digital é uma aliada.
Aliás, a dinâmica de diversas empresas passou por transformações graças à Certificação. A rede Leroy Merlin, por exemplo, adotou a tecnologia para melhorar a eficiência operacional, reduzir custos e promover mobilidade, neste caso, aos signatários responsáveis por assinar as procurações, notificações e os substabelecimentos da companhia. Com a tramitação e assinatura no meio eletrônico, a Leroy Merlin reduziu em 87% os custos relacionados à compra de papel, impressão, autenticação, transporte etc. Além da economia, foi conquistada produtividade com a otimização das atividades dos colaboradores envolvidos no processo de coleta de assinaturas manuscritas.
Diretor Comercial da Certisign
Comentários CORRIGIR TEXTO